sexta-feira, 30 de maio de 2014

Chumbaria Já Crónica

 
Chumbaria Já Crónica

Juízes declaram inconstitucionais três normas do OE 2014

Sete chumbos constitucionais, uma cronologia

Prémio Prestígio 2014 - Agostinho Silveira

Fotografia sei lá eu de quem!
 
Prémio Prestígio 2014 - Agostinho Silveira

O Prémio Prestígio para o sector das viagens foi entregue no passado dia 20 de Maio a um amarantino dos sete costados, Agostinho Silveira, pela carreira distinta e abnegada que construiu ao longo de grande parte da sua vida, em prol das viagens, ajudando a enraizar e a consolidar uma marca de agência de viagens por todos nós conhecida - a líder Agência Abreu.
Conhecendo-o como o conheço... eheheh... desde pequenina!... só vos posso assegurar que a entrega deste prémio foi justíssima!
Aqui lhe deixo os meus parabéns e votos de continuação de viagens muitas... sim, eu sei, parar é morrer aos poucos...

Guerra Entre Professores

 
Guerra Entre Professores

Confesso-me cansada face a uma actuação do MEC que sinto propositada. Dividir para reinar, é o lema. Vai daí, novo concurso extraordinário vedado a professores dos quadros. No mínimo, digamos, uma pulhice do MEC relativamente aos professores dos quadros que se vêem, assim, impedidos de se aproximarem das suas áreas de residência.

"Os professores estão em pé de guerra. Um grupo de professores dos quadros está a organizar-se para entregar no tribunal, na próxima segunda-feira, uma providência cautelar para exigir o acesso ao concurso que arrancou ontem, apenas para os docentes contratados."

Selfie das Camadas

Selfie das Camadas - EB 2/3 de Amarante
Fotografia de José Gonçalves
 
Selfie das Camadas

Com os meus agradecimentos ao José Gonçalves, a bem dizer o verdadeiro Homem das Selfies!

Afinal, havia outra!

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Museu Paroquial de Arte Sacra Dr. Luís Coutinho

FOTO: Armindo Mendes

Museu Paroquial de Arte Sacra Dr. Luís Coutinho

Confesso que foi com imensa pena minha que não pude estar ontem presente nesta importante cerimónia que marcou a doação de um importante espólio de arte sacra por parte de Dona Luísa Coutinho e o rebaptismo deste nosso Museu de Arte Sacra de Amarante com o nome que sempre lhe foi devido, desde o primeiro dia da sua existência, por direito mais do que justo já que Luís Coutinho foi o seu fundador! e que se chama agora Museu Paroquial de Arte Sacra Dr. Luís Coutinho.
Mas trabalho duro na escolinha, de manhã até ao fim da tarde, oblige!, e nada de faltar ao trabalho... bem me apeteceu...

Sei que o Luís, tantas vezes minha companhia de tertúlias várias no Café-Bar, e para sempre nos corações de quem com ele privou, deve estar a sorrir desde ontem...

Bem haja, Dona Luísa Coutinho! Eu, como Amarantina, só lhe posso agradecer.

Nota - Inteire-se aqui deste importante acontecimento para a cidade de Amarante. E clique na fotografia para a ver na sua totalidade.

Braga Romana

Braga Romana

O desfile já foi, já era... mas eu só hoje cheguei ao spot publicitário que agora partilho. E quem dá o que tem, a mais não é obrigado.


quarta-feira, 28 de maio de 2014

A ESA Vista do Céu

A ESA Vista do Céu

Veja a Escola Secundária de Amarante como nunca viu... veja-a, literalmente, do céu!



Nota - Vídeo surripiado aqui.

Rota do Românico - Pelas Terras de Basto e Amarante

Rota do Românico - Pelas Terras de Basto e Amarante

Aconselho, de novo, a Rota do Românico a todos os meus leitores. Já falei inúmeras vezes desta Rota em postagens anteriores, nomeadamente aqui quando percorri parte deste extenso trajecto feito de monumentos muito variados, extraordinários de simplicidade, robustez e equilíbrio que resistiram e resistirão, espera-se!, à passagem do tempo feito de muitos séculos.
Hoje partilho um vídeo que inclui imagens da minha belíssima cidade natal. E remeto-vos para uma postagem do António Aires, sobre o Românico em Amarante, partilhada no blogue Sete Pecados (I)mortais.



Vídeo surripiado no face da Rua 5 Outubro (Antiga Rua de São Gonçalo ), Amarante

terça-feira, 27 de maio de 2014

Viola Amarantina e Piano - Casamento Feliz

Viola Amarantina e Piano - Casamento Feliz

Foi e é um casamento feliz este que sai da ponta dos dedos do José Eduardo Costa e da Margarida Assis. Sei de fonte seguríssima que este casamento é para continuar...
Parabéns aos dois!


Convite

 
 Convite

Considerem-se todos convidados!

Concursos Professores

Concursos Professores

Colocação de professores para o próximo ano lectivo arranca amanhã

E Agora para Algo Realmente Importante...

E Agora para Algo Realmente Importante... Fardos de Palha
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
E Agora para Algo Realmente Importante...

Garraiada com anões vestidos de estrunfes causa polémica em Ponte de Lima

Sabeis o que vos digo? Está tudo doudo! Fim de império. Tenho dito.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aliviar a Mona

Caminhada - Eco-Pista - Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães e de
Rosa Maria Fonseca
 
Aliviar a Mona

Como? Caminhando 8 km em excelente companhia.

O Horror Já Está Aí

 
 O Horror Já Está Aí

E não há como o disfarçar. O odor que a Europa exala é putrefacto de tanto político fedorento que contém. Depois espantam-se com os resultados, previsíveis face às miseráveis políticas europeias dos últimos anos.

Veja aqui "Os 9 partidos de extrema-direita mais assustadores que a Europa elegeu".

Recado de Seguro

Cadáver Putrefacto - Mauritânia
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Recado de Seguro

Querem ver que ele está a enviar um recado a si próprio?!

"O líder socialista manda um recado sem destinatário identificado: "Não querer ver, não querer compreender, não querer agir" em conformidade com estes resultados "é frustar as expetativas" de quem votou"

A Europa Já está a Arder?

Incêndios Europeus
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Europa Já Está a Arder?

Está. Já há incêndios de grande proporções em França, na Grécia, na Áustria, em Itália e no raio que os parta a todos, mesmo em Portugal com uma abstenção nunca antes vista!, e estes incêndios são "apenas" o resultado, previsível, das políticas europeias implementadas por políticos de merda que só olham para os seus umbigos e só atendem as suas clientelas, semeando ventos, colhendo agora tempestades.
Em tempos vividos em desespero, vota-se desesperadamente ou nem se vota mesmo e os resultados, agora assustadores, aí estão a reflectir essa falta de vislumbre de um futuro minimamente decente, limpo e asseado.
Duvido que, apesar deste enorme susto, a merda dos eurocratas e da classe política disseminada pela Europa aprenda seja o que for.
Aliás é inadmissível que os eurocratas tenham, algures no tempo, esquecido que os Estados se fazem de Seres Humanos e que os Estados só existem para esses mesmo Seres Humanos.

Ou há Estados sem pessoas?

E, Juncker, as pessoas são mais importantes que as mercadorias e o capital, ouviste?
Que vergonha, Juncker! E quem diz Juncker...

domingo, 25 de maio de 2014

Desmotivação Docente

 
Desmotivação Docente

Infelizmente, só posso confirmar esta desmotivação crescente. Notória desde o consulado da ministra cujo nome eu não nomeio neste blogue e a agravar-se como resultado das políticas de achincalhamento dirigidas a toda uma classe profissional a quem foi preciso partir a espinha.
Pois está partida.

Quase dois terços dos professores admitem que a motivação para estar na escola diminuiu nos últimos anos

Tiago Bettencourt - Aquilo Que Eu Não Fiz

Tiago Bettencourt - Aquilo Que Eu Não Fiz

Eu também não fiz.


sábado, 24 de maio de 2014

A Jóia de Luz e a Avó Morcega

Jóia de Luz e Avó Morcega - Amarante
Fotografia de Florinda com Manipulação Minha
 
A Jóia de Luz e a Avó Morcega

Quando se juntam, são uma mistura explosiva de cumplicidades e alegrias muitas...

Eco-Marcha

 
 Eco-Marcha

Tentarei ir! Gosto de eco-marchas e particularmente destas.

Nota - Para ampliar clique sobre a imagem.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Actuação do Grupo Coral Sem Nome do Agrupamento de Escolas de Amarante

Grupo Coral Sem Nome do Agrupamento de Escolas de Amarante
Fotografia de José Patrício... com Manipulação Minha!
 
Actuação do Grupo Coral Sem Nome do Agrupamento de Escolas de Amarante

Actuámos ontem perante a presença muito especial da Jóia de Luz que aguentou estoicamente todo o espectáculo! De referir que outras Jóias de Luz estiveram igualmente presentes...
Dizem que ficamos melhor de preto. Dizem que lá nos safamos razoavelmente... eheheh...

Entretanto, estamos já a preparar novas actuações e não, não vou deixar crescer a barba e concorrer ao EuroFestival da Canção!

Bronca - Calendarização da 2ª Fase dos Exames de Português e Matemática - 1º e 2º Ciclos

 
Bronca - Calendarização da 2ª Fase dos Exames de Português e Matemática - 1º e 2º Ciclos

Quem me alertou para esta bronca foi o David, editor do blogue Lisboa - Tel Aviv e a bronca é muito simples: há escolas portuguesas que assumiram que os exames de 2ª fase de 1º e 2º ciclos ocorrerão à mesma hora, tudo à molhada pelas 9:30 da matina, outras há que assumiram que serão a horas diferentes, o do 1º ciclo pelas 9:30, o do 2º ciclo pelas 14 horas.
E esta, hem?

Entretanto surripiei o post do David que agora partilho com os meus leitores.
Deslindem o caso. Para mim, é tudo à molhada e fé em Deus!

quinta-feira, 22 de Maio de 2014

Você sabe a que horas serão as Provas Finais?



Calendário da Escola do Viso

Calendário da Escola de Viana do Alentejo
 
























 

(Clique nas imagens para ampliar) 
"O calendário das provas finais dos 1.º e 2º ciclos do Ensino Básico publicado pelo Ministério da Educação há quase um ano, tem dado azo a todo o tipo de interpretações. Há escolas que consideram que na 2ª fase as Provas Finais de 6º ano de Português e Matemática se irão realizar às 9:30 da manhã (ou às 8:30 se for nos Açores) enquanto que outras escolas consideram que serão às 14:00 horas. Como as provas têm de decorrer no país inteiro à mesma hora, vai ser bonito de ver quais foram as escolas que interpretaram corretamente o obtuso calendário de provas do MEC."

À Atenção dos Professores Correctores - Novas da FENPROF

À Atenção dos Professores Correctores - Novas da FENPROF

Governo menospreza importância e papel determinante dos professores nas aprendizagens dos alunos
 
MEC USA E ABUSA DOS PROFESSORES!
Nos últimos dois dias chegaram aos Sindicatos da FENPROF muitas queixas quanto às instruções e ao trabalho distribuído aos professores corretores das provas de exame do 1.º CEB. Aquilo que parecia ser um erro de análise deste ou daquele responsável do Júri Nacional de Exames, quando da transferência de informação para os docentes, em reuniões realizadas para o efeito, revela-se, afinal, ser uma instrução emanada do MEC.
Como se não bastasse esta aberração dos exames no 4.º ano de escolaridade (que não passa de um ato de revivalismo de Nuno Crato, ao mesmo que tempo que revela o seu “pensamento” sobre Educação), acresce a forma incompetente e desrespeitadora dos normativos legais da ação do MEC também neste domínio. Sem trazer qualquer vantagem ao sistema, este exame prejudica o trabalho dos docentes, as aprendizagens dos alunos e impede as aulas de milhares de alunos, sendo um dever dos profissionais da Educação exigir a sua extinção.
Em causa está o facto de, quer o despacho n.º 18060/2010, quer a Norma 2 do JNE, serem claros quanto ao número de provas a atribuir a cada professor classificador que, simultaneamente com esta tarefa extra não remunerada, desenvolve a sua atividade letiva com os alunos.
Ou seja, quem corrige provas e as classifica e, simultaneamente é obrigado a manter a sua atividade letiva (uma das aberrações do sistema de avaliação no 1.º CEB), não pode ter mais do que 25 provas para classificar. Porém, o MEC está a obrigar, incorrecta e ilegalmente, os professores a corrigir, mais de 30 provas, num prazo muito apertado (dois dias), de modo que, concluído o ano letivo, seja possível ponderar a média a atribuir a cada aluno, entrando em linha de conta com a nota do exame e a de frequência (pelo meio fica a ainda a obrigatoriedade de aplicação de testes sumativos a todos os alunos e à sua correção e classificação, a par de aulas e, seguidamente, das inevitáveis reuniões de departamento curricular).
A Norma 2 do Júri Nacional de Exames não deixa dúvidas. A partir da tabela que é apresentada, é líquido concluir-se que é aplicável a todos os classificadores, uma vez que a epígrafe desse capítulo fala da gestão dos professores classificadores, não se referindo a qualquer nível de ensino em particular. Daíque se conclua que, tendo componente lectiva, nenhum professor poderá ter mais do que 25 provas por fase de correcção; não tendo componente lectiva, os classificadores das provas (do secundário) são os únicos que têm um limite de 60 provas.
Esta atitude do MEC é, não só, lamentável como revela uma enormíssima impreparação e uma grande incapacidade de previsão das necessidades de professores classificadores, particularmente no 1.º ciclo do ensino básico, nível em que este problema se coloca.
Aliás, a FENPROF reafirma a sua forte oposição relativamente à imposição de exames nacionais no final do 1.º e do 2.º ciclos do ensino básico, mais um caso de recuperação de uma bafienta gestão do sistema educativo por parte do ministério de Nuno Crato. Exames que não avaliam o que se sabe, mas apenas o que não se sabe, capazes de destruir todo um percurso escolar, que ignoram as diferenças e os contextos culturais e sócio-económicos das famílias e das comunidades em que se integram.
Refira-se, ainda, a este propósito que os Sindicatos da FENPROF disponibilizam todo o apoio jurídico necessário à reclamação, protesto e, mesmo, rejeição de tão elevado número de provas para classificar e exige do MEC que, de imediato, proceda à correção da situação e… tenha respeito pelos professores!
O Secretariado Nacional
(21.05.2014)

Anedota

Anedota

Lá, como cá!

França compra 2000 comboios, por 15 mil milhões de euros!, que não cabem em muitas estações

Da Confusão do/no MEC - Novas da FENPROF

Da Confusão do/no MEC - Novas da FENPROF

NOTA À COMUNICAÇÃO SOCIAL
EXAMES DO 4.º ANO
MEC, MERGULHADO EM INCOMPETÊNCIA E IRRESPONSABILIDADE,
INSTALA A CONFUSÃO E DESRESPEITA PROFESSORES E ESCOLAS
Soube-se ontem, pela consulta do site do IAVE, que em 15 de abril de 2014, o Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário concordou e autorizou que os classificadores e supervisores dos exames de 4.º e 6.º anos fossem dispensados da componente letiva “durante dois dias a terem lugar dentro do período em que decorre o processo de classificação”,tendo também autorizado a dispensa da componente não letiva de estabelecimento durante esse período.
O secretário de estado autorizou ainda que os professores supervisores fossem oficialmente dispensados de serviço para participarem nas reuniões com o IAVE e também com os professores classificadores.
Acontece que o MEC, segundo as direções dos agrupamentos, não terá feito chegar essa informação às escolas, apesar de ter passado mais de um mês entre o despacho de concordância do secretário de estado e o início da realização dos exames. E só no dia de intervalo entre a primeira e a segunda prova, a informação foi colocada no site do IAVE, o que levou a que apenas algumas escolas tivessem acedido à mesma
Entretanto, na informação que o adjunto do secretário de estado elaborou, consta que o órgão de administração e gestão dos agrupamentos de escolas deverão assegurar a“continuidade das atividades letivas dos alunos das turmas dos professores envolvidos, durante as dispensas concedidas”.
Ora bem, o que temos:
- Que os professores classificadores e supervisores têm direito aos dias de dispensa concedidos e durante o período de classificação;
- Que as direções dos agrupamentos têm de assegurar a sua substituição nesses dias de dispensa;
- Que se não houvesse dispensa de atividades letivas, nenhum professor poderia ter mais de 25 provas para classificar;
- Que, de um modo geral, os professores têm mais de 25 provas para classificar, alguns até mais de 50;
- Que, para garantir a realização de atividades letivas com os alunos que ficam sem professor, teriam as escolas de ter sido informadas com antecedência para se organizarem, mas isso não aconteceu;
- Que é impossível, em muitos agrupamentos, substituir 10 ou mais professores titulares de turmas que são classificadores.
Em suma, está a confusão instalada! Nem os professores podem abdicar de ter os dois dias de dispensa de atividades letivas, nem as direções das escolas podem deixar de dar continuidade, nesses dias, à atividade letiva dos alunos. Uma e outra coisa parecem difíceis de articular e só respostas absolutamente desqualificadas poderão “desenrascar” uma solução. Esta confusão acresce a todas as que, com estes exames, têm vindo a verificar-se, desde logo, o facto de milhares de alunos terem ficado sem aulas nestes dias.
É o Ministério da Educação que temos e que, mais uma vez, nos obriga a afirmar o que são: incompetentes no plano técnico, irresponsáveis no político e perigosos no ideológico. Não reúnem condições para continuarem a governar!
 
O Secretariado Nacional

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Novas do MEC

Novas do MEC

Já não nos chegava um período de 6 semanas, os exames de Inglês, de Português e de Matemática a meio deste quase inexistente período a roubarem-nos aulas a torto e a direito e vem o MEC e pumbas! Agora dispensa os classificadores de exames das aulas durante dois dias e as escolas, de pessoal esmifrado até ao tutano e sem folga para quase nada, que se amanhem a arranjar substitutos. Ah! E avisa a escolas ontem, a meio dos dois exames que abrangeram 220 mil alunos em cada dia!

Cabe aos “órgãos de gestão dos agrupamentos de escolas (…) no âmbito da sua autonomia, (ahahah... gosto disto!) desencadear os procedimentos necessários para assegurar a continuidade das actividades lectivas dos alunos das turmas dos professores envolvidos, durante as dispensas concedidas"

Só pode ser gozo do MEC!

Dispensa de classificadores de exames compromete funcionamento das escolas

Nota - É por estas e por outras que os exames deviam-se realizar após o encerramento das actividades lectivas.

Convite


Grupo Coral Sem Nome do Agrupamento de Escolas de Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Convite

Considerem-se todos convidados para a grande actuação do Grupo Coral Sem Nome do Agrupamento de Escolas de Amarante, constituído por Professores, Alunos e Funcionários, que ocorrerá amanhã, dia 22, pelas 17 horas, na I Feira do Livro que está a decorrer no Campo da Feira.
Desde a nossa última actuação, na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira, aquando da inauguração da exposição sobre o 25 de Abril, já crescemos e já somos mais. Hoje fizemos o nosso último ensaio.
E amanhã actuaremos, mais uma vez, sem rede!
Apareçam! A entrada é livre.

A Imbecilidade Não tem Limites

Camelo Putrefacto - Grande Sahara - Mauritânia
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Imbecilidade Não Tem Limites

Hoje dou a palavra a outro energúmeno. E confesso-me desgastada.

«As pessoas são tão importantes para mim como as mercadorias e o capital. Se estes podem circular livremente, também as pessoas o devem poder fazer»

Jean-Claude Juncker

Guerra Fria... ou a Ficar Quente?

Guerra Fria... ou a Ficar Quente?

Já cá estamos outra vez?

Pequeno lote de notícias de hoje.

"Número de deslocados internos na Ucrânia ascende a 10 mil pessoas
A maioria dos deslocados são tártaros e muitos tiveram que fugir duas vezes: primeiro abandonaram a Crimeia e posteriormente deixaram o leste da Ucrânia.
As autoridades locais admitiram que ultimamente se percebe um aumento de deslocados internos, que são de etnia ucraniana, russa e famílias mistas."

"Em plena crise diplomática entre Bruxelas e Moscovo, o presidente da Comissão Europeia enviou uma carta a Vladimir Putin a exigir o compromisso russo de que não cortará o gás aos países europeus, incluindo a Ucrânia."

"O príncipe Carlos de Inglaterra fez um polémico comentário durante uma visita ao Canadá, ao comparar as recentes acções do presidente russo Vladimir Putin com as de Adolf Hitler."

A Imbecilidade Não Tem Limite

 
Camelo Putrefacto - Grande Sahara - Mauritânia
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Imbecilidade Não Tem Limite

Jean-Marie Le Pen defende vírus ébola contra imigração

Comentário meu - Não apanhar este energúmeno um vírus ébola bem assanhado!!! Apenas para provar do veneno que receita aos outros.

E sim, este tipo de discurso remete-nos para outros discursos, igualmente de extrema direita, igualmente demagógicos, irracionais, popularuchos e imbecilizantes, absolutamente desrespeitadores dos Direitos Humanos!
Vivemos tempos perigosos, digo-vos eu... a obrigar-nos a manter guarda atenta e memória viva sobre os acontecimentos da primeira metade do século XX.
Soubemos aprender com eles? É o que veremos mais à frente no tempo.

Nota final - Os Europeus caminham a passos largos para a sua extinção... assim sendo, quem ocupará este continente velho, anafado e disfuncional? Talvez os marcianos... ó Jean-Marie Le Pen?

Convite - Amarra-te a Esta Tertúlia

 
 Convite - Amarra-te a Esta Tertúlia

A primeira tertúlia integrada no Amarra-te a Amarante Lab vai realizar-se já hoje, dia 21 de Maio, pelas 21:00, na Porta 43, situada numa das ruas mais belas de Amarante, a antiga Rua da Cadeia, actual Rua Teixeira de Vasconcelos.
Com ensaios ao fim da tarde do Grupo Coral Sem Nome da EB 2/3 de Amarante que se apresentará de novo em público no dia 22, na I Feira do Livro que se realizará no Campo da Feira, garanto que procurarei estar presente no evento.

terça-feira, 20 de maio de 2014

Amarra-te a Amarante Lab - Laboratório de Inovação Urbana

 

Amarante, a Belíssima - S. Gonçalo
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Amarra-te a Amarante Lab - Laboratório de Inovação Urbana

Só posso estar de acordo com a ideia e ajudar a divulgar o dito laboratório!

MUNICÍPIO ESTÁ A PROMOVER LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO URBANA PARA CRIAR UMA CIDADE MAIS INOVADORA

"Durante dez semanas, uma equipa de quatro jovens vai trabalhar intensivamente para descobrir necessidades não realizadas ou "escondidas" para os habitantes de Amarante e criar soluções para essas carências. Estes jovens fazem parte do projeto Amarra-te a Amarante (AaA Lab), um dos primeiros laboratórios de inovação urbana, que a Câmara Municipal de Amarante lançou.
A missão do AaA La...b é repensar, de forma realista, inovadora e em escala a experiência urbana dos habitantes de Amarante de modo a permitir que as pessoas vivam uma vida melhor na cidade.
Os objetivos desta iniciativa passam por inspirar as pessoas em Amarante a envolverem-se no meio urbano, nas dinâmicas e processos da própria cidade, bem como serem parte ativa e integrante do desenvolvimento da sociedade Amarantina.
Outra finalidade é melhorar a qualidade de vida e dos serviços de Amarante, formar os funcionários Municipais para uma maior ajuda aos utilizadores da cidade e atrair atenção positiva por parte dos media, para ser exemplo de inspiração de criação de ideias e ações inovadoras e criativas para as cidades portuguesas.
As principais tarefas são: contribuir para o planeamento do projeto e avaliação; levar a cabo pesquisas no terreno e reportar descobertas; sugerir ideias e soluções para os diferentes formatos de brainstorming; conduzir testes reais e avaliação das soluções e trabalhar na transformação de ideias em experiências concretas que despertem a participação dos Amarantinos na criação das ferramentas necessárias para a equipa.
A iniciativa decorre até 26 de julho e ao longo das dez semanas os participantes vão levar a cabo pesquisas no terreno, apresentações e tertúlias. A primeira tertúlia vai ter lugar no dia 21 de maio, pelas 21:00, na Porta 43, na Rua Teixeira de Vasconcelos (antiga rua da cadeia). As tertúlias realizar-se-ão todas as quartas-feiras, alternando o local entre a Porta 43 e o Café Bar, no Largo de São Gonçalo.
No decorrer do projeto vão ter lugar duas apresentações, durante as quais serão divulgados os resultados obtidos pelo Laboratório. As datas das apresentações são a 13 de junho e 24 de julho, no Centro Cultural de Amarante, com início às 18:30.
Para uma maior interação com a população, o Laboratório lançou a página do facebook, que pode ser consultada no seguinte endereço: https://www.facebook.com/amarrateaamarantelab
A equipa desafia todos os Amarantinos a envolverem-se com este projeto, de forma a participarem no desenvolvimento da cidade."

Copying Beethoven

Copying Beethoven

Aconselho vivamente o visionamento e a audição atenta.
De génio! Coloquem o som no máximo e deixem-se ir...



Nota - Vídeo surripiado ao Carlos Gomes.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

O Cristiano, a Irina e a Vogue

O Cristiano, a Irina e a Vogue

E agora para algo realmente importante, partilho o Cristiano, a Irina e a Vogue. Juntos... todos os três!


Exames - Português

Propaganda do Estado Novo
Cortesia de Hélio Matias
 
Exames - Português

Hoje, o meu agrupamento parou integralmente as actividades lectivas, para cumprir a aplicação dos exames de Português de 4º ano, realizado no período da manhã com chamada dos alunos pelas 9:15 e de 6º ano, realizado no período da tarde, com chamada pelas 13:45.
Mal olhei para as provas dando assim cumprimento a ordens superiores, tudo muito rigoroso, pois então! Mas sei, ouvi dizer, que as provas de 4º ano foram bastante acessíveis, bastante mais acessíveis do que as do ano passado, disseram-me, o que não me espantou pois tenho para mim que, com a aproximação dos actos eleitorais vários, os exames sofrerão danos colaterais assinaláveis para que se possa afirmar que sim, as crianças estão agora bem melhor preparadas e as políticas implementadas estão já a dar frutos/lucros, como se isto em educação fosse apenas um aviário alimentado a ração muito xpto e recheada de hormonas de crescimento muito acelerado.
No meu agrupamento o exame de Português de 4º ano mobilizou 56 professores entre efectivos e suplentes e o do 6º ano mobilizou 81 docentes... isto não contando com mais uma resma deles que fazem parte do Secretariado de Exames e estarão de plantão o dia todo, sempre que os exames se realizarem... e ainda faltam mais uns quantos.
Hoje, a esmagadora maioria dos professores vigilantes do 2º e 3º ciclos do Agrupamento de Escolas de Amarante já conta duas vigilâncias no papo, separadas por um almoço comido a correr muito e quase sem tempo para o café. E na próxima quarta-feira haverá mais.
Nos entretantos, os restantes alunos ficaram em casa ou lá onde os pais entenderam por bem deixar as crianças... tudo bem... quando acaba bem?

Nota - Em tantos anos de ensino, confesso, jamais tinha realizado duas vigilâncias num só dia. Foi a minha estreia, a de muitos outros também, fruto de uma política de diminuição drástica dos funcionários públicos, neste caso docentes, que hoje me doeu e me continua a doer, literalmente!, nas pernas.
Arre! Preciso de uma pressoterapia, no mínimo! Ou, em alternativa, acho que as vou pôr ao peito!

domingo, 18 de maio de 2014

Abusos

Cartoon surripiado aqui.
 
Abusos

De quem?!!!

Feira do Livro - Campo da Feira

 
Feira do Livro - Campo da Feira

A organização deste evento cultural - I Edição - Campo da Feira do Livro - é da União de Freguesias de Amarante (S. Gonçalo, Madalena, Cepelos e Gatão) e a sua inauguração decorrerá na próxima terça-feira, dia 20 de Maio, pelas 21 horas.
Nós, Grupo Coral Sem Nome da EB 2/3 de Amarante, actuaremos no dia 22, pelas 17:30.
Estão todos avisados/convidados.
A entrada é livre.

sábado, 17 de maio de 2014

Exames - Coisas Giras

 
Exames - Coisas Giras

Agora os encarregados de educação endoidaram! Mas é claro que os exames de Português e de Matemática, de 4º e de 6º ano, a decorrerem no meio de um período lectivo, ainda por cima gigantesco!, só pode ser coisa boa, não é?
Não éeeeeeeeeee?!! Mania de protestar!

Pais acusam MEC de "chantagem" para viabilizar a realização dos exames do 4.º e do 6.º anos

Directores dizem que os exames do 4.º e do 6.º ano vão fechar as escolas aos restantes alunos

sexta-feira, 16 de maio de 2014

A Em@, a Doçaria, as Bolachas e as Combinações

Doçaria Conventual e Bolachinhas - EB 2/3 de Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Em@, a Doçaria, as Bolachas e as Combinações

Os docinhos e bolachas agora partilhados na fotografia que ilustra este post foram experimentados hoje, na escolinha, a pretexto de uma conversa triangular tida uma noite destas no facebook.  Todos deliciosos, da nossa doçaria tradicional e da produção da Quinta de Melro, foram degustados devagar devagarinho que não convém abusar destes petiscos doces sob pena de entrarmos em crescimento acelerado para os lados e adquirirmos as chamadas bóias, que não de salvação, mas de perdição!
Em@, Emiliana, informo-te e ficas a saber por esta via que o nosso provador de serviço tirou a prova dos nove aos docinhos e autorizou-me o seu envio para terras algarvias... da doçaria regional amarantina quase toda. Estás com sorte! E vai daí, enviarei as doçuras... sem travessuras... eheheh... mas vou deixar chegar um tempo mais fresco, que isto da doçaria apanhar esta canícula de esborrachar não pode ser bom nem para ela, nem para nós, nem para coisa nenhuma.
E estamos combinadas.

A Ilha

A Ilha

Curto curtas. Tanto que abri uma etiqueta, algures lá atrás no tempo, a elas dedicadas.
Hoje, a propósito do festival de outras curtas que se inicia aqui mesmo em Amarante, cheguei a esta espectacular ilha.
Não a percam, não percam a história deste naufrágio citadino que não deixa de ser uma paródia bem humorada ao estilo de vida, digamos, pós-moderno.


Novas da Jóia de Luz

Avó Morcega e Jóia de Luz - Amarante
Fotografia de Joana Matias de Magalhães
 
Novas da jóia de Luz

Avó Morcega, tu sabes que eu já tenho sete meses? E quase sete quilinhos?

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Curiosidades de Exames

Pegadas de Ent em Terras Inóspitas - Merzouga - Marrocos
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães 
 
Curiosidades de Exames

A próxima semana será curiosa em termos de trabalho. Na segunda-feira não haverá aulas para ninguém na minha escolinha já que a sede de agrupamento, onde trabalho, estará lotada com todos os alunos de 4º ano vindos das escolas mais distante e mais próximas da sede do concelho e que farão exame de Português logo pela manhã. Depois, pela tarde, será a vez dos alunos de 6º ano, exame também de Português... pois então!... ai meus deuses!... só espero que não estejam as temperaturas de hoje pois seguramente passámos, por aqui, os 30º!
Nesse dia perco seis tempos de História, cinco turmas, que se lixem!, ninguém me mandou ter tantas turmas num só dia! Ou mandou?!
Azar dos azares, quarta-feira a coisa repete-se, agora à conta dos exames de Matemática, de novo para o 4º e o 6º ano, e nesse dia, pumbas! leccionarei menos seis tempos de aulas distribuídos por três turmas... rsssssssssss... azar dos azares, sorte das sortes, há dois nonos e um sétimo que pura e simplesmente não me porão a vista em cima em toda a santinha da semana... também quem me mandou têr essas turmas precisamente na segunda e na quarta?!
Convenhamos que num período de seis/sete semanas tal panorama faz diferença... e eu já perdi aulas de uma tal quarta-feira à conta de um tal de exame de inglês...
Mas valha-nos que os normativos para os ditos cujos são giros e bastam para animar o pessoal... o pessoal também anima com pouco, não é assim?
A miudagem de 4º ano só pode escrever a preto e o Júri Nacional de Exames não lhes dá outra alternativa. Vai daí nada de "Ó professora, mas eu só gosto de escrever a azul!" que não adiantais nada de nada. É preto, só preto e mais nada, kids!
Já a miudagem de 6º, mais adulta e capaz de optar por duas cores, poderá escolher entre o azul e o preto.
Confesso que gosto disto. Desta variedade de normas a pensar num dar um fim à monotonia. E gosto deste agora é assim mas logo é assado.
Gosto disto. E acho giro, confesso!

quarta-feira, 14 de maio de 2014

European Short Films Amarante

 
 European Short Films Amarante

O European Short Films Amarante decorrerá entre os dias 16, 17 e 18 e contará com oito curtas a concurso. Para além disso, contará com um programa aliciante e promissor que promete agitar a cidade durante os três dias em que se realizará o evento.

E, contudo, Amarante e os amarantinos movem-se...

Aqui deixo o programa para que, com algum tempo, e se assim o desejarem, se possam organizar.
E clique aqui para aceder à página do evento no Facebook.

Lookin For The Great Escape

Lookin For The Great Escape

Os tempos que vivemos são complexos e difíceis. Vai daí seria bem bom que cada um de nós soubesse/conseguisse manter as suas estratégias de sobrevivência...
Eu tenho as minhas que, confesso, não são sempre as mesmas. Por exemplo, eu agora canto... e, diz quem sabe, quem canta seus males espanta. E canto eu e cantam muitos outros que o Grupo Coral do Agrupamento de Escolas de Amarante, ainda sem nome!, está a robustecer-se de vozes e de presenças femininas.
Hoje tivemos ensaio. Voltaremos a ensaiar no próximo dia 21 para actuarmos em público no dia 22... deste mês... de novo sem rede.
Darei novas. Por agora deixo-vos com a música e a letra deste maravilhoso The Great Escape que eu amo.



Bad Day
Lookin for a way, home
Lookin for the great escape
Gets in his car and drives away
Far from all the things that we are

Puts on a smile and breathes it in and breathes it out
He says
Bye Bye, Bye to all the noise
Oh he says, Bye bye, bye to all the noise

Hey Child things are lookin down
That's ok you don't need to win anyways
Don't be afraid
Just eat up all the grey and it will fade all away
Don't let yourself fall down

Bad day lookin for the great escape
He says bad day, lookin for the great escape

بله ، ما می توانیم


 
بله ، ما می توانیم

Yes, We Can!

E foi assim que as mulheres iranianas iniciaram um movimento facebookiano de libertação.
Comprove aqui e aqui a luta destas belas mulheres pela liberdade de andarem sem hijab em público se tal lhes apetecer.
Deste lado do globo, só podemos aplaudir e apoiar mesmo que à distância. Não nos esquecemos, nós mulheres, que por aqui já tivemos/temos que lutar para que direitos básicos de qualquer ser humano sejam cumpridos no que diz respeito ao sexo feminino.
Não nos esquecemos, nunca!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

O D na Feira dos Doces Conventuais de Amarante

 
O D na Feira dos Doces Conventuais de Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
O D na Feira dos Doces Conventuais de Amarante

A Feira dos Doces Conventuais de Amarante jamais seria a mesma sem a presença requintada e exuberante do D a posar para a minha máquina.
Aqui ficam registados alguns momentos da sua animada presença... para memória futura!

Partilha - Trabalho

Auto-Retrato - Ribeira - Porto
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Partilha - Trabalho
 
Hoje publiquei mais duas apresentações em PowerPoint destinadas aos alunos que agora frequentam a recta final do 9º ano de escolaridade. São elas L - O mundo saído da guerra e M - As transformações do mundo contemporâneo. Não lhes fiz grandes alterações relativamente às apresentações originais, confesso, talvez isso seja possível num próximo ano lectivo a leccionar estas matérias com mais tempo disponível.
Por agora estou agoniada. Soube hoje que uma das minhas turmas de 9º ano não terá, afinal!, duas semanas inteirinhas de aulas em 6 semanas de aulas... a que tenho de descontar ainda uma aula para teste de avaliação, uma aula para correcção deste mesmo teste... farei? e outra para autoavaliação, o que em 6 semanas de aulas é absolutamente dramático.
Entretanto as apresentações em Powerpoint estão à distância de um clique... aqui.
O resto, por hoje, é para esquecer...


Convite - Exposição - Abril Saiu à Rua


Convite - Exposição - Abril Saiu à Rua

Hoje volto a aconselhar a visita a esta exposição que continua patente na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira. Relembro que há painéis específicos sobre Amarante e as suas gentes à época, em fotografias da autoria de Eduardo Teixeira Pinto.
Não percam.
Por último deixo uma breve explicação acerca desta exposição itinerante que continuará a percorrer o país, depois da paragem feita aqui no burgo...


A Palavra a Paulo Guinote

A Palavra a Paulo Guinote

Recomendo vivamente a leitura integral do artigo de opinião de Paulo Guinote, publicado hoje no Público.
Paulo Guinote desmonta muito bem alguma da hipocrisia dos políticos portugueses... e não só! a propósito da pseudo liberdade de escolha e do afamado cheque-ensino.

Cheque-ensino ou cheque-sobrevivência?

domingo, 11 de maio de 2014

Feira dos Doces Conventuais de Amarante

Feira dos Doces Conventuais - S. Gonçalo - Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães 
 
Feira dos Doces Conventuais de Amarante

Posso-vos garantir que foi um êxito e que esta feira doce, inaugurada na sexta-feira ao som de violinos e caras familiares, feita  de doçaria e licores conventuais, contribuiu para que este fim-de-semana fosse quase uma preparação para as Festas de Junho, que já se avizinham a passos largos e que se realizarão no primeiro fim-de-semana de Junho.
Ou seja, Amarante esteve, hoje, a abarrotar de gente o que é sempre excelente para os comerciantes locais.
Organização e trabalho precisam-se! Amarante, pequena jóia arquitectónica, gastronómica, cultural... tem ainda muiiiiitos filões a explorar que podem e devem ser potenciados. O caminho é, decididamente, por aqui!
Deixo os meus parabéns à organização deste evento, que acompanho desde o seu nascimento, e que, registo, tem vindo a subir de nível a cada ano que passa.
Para o ano há mais.
 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.