sexta-feira, 13 de janeiro de 2023

Post Quase Fofinho - Nos anos Sessenta Usei Cinto

 

Nos Anos Sessenta Usei Cinto

SEGUNDA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2014

Nos Anos Sessenta Usei Cinto

 
Nos Anos Sessenta Usei Cinto

Foi na minha fase mais gorda... o tecido adiposo estrategicamente instalado para me amortecer as quedas... mas que nem por isso me disfarçou as pernas que exibem as costumeiras medalhas de bom comportamento. É que, por detrás desta aparência doce, escondia-se já uma verdadeira diacha.
E sim, nos anos sessenta usei cinto que me segurava o vestido de preguinhas pequenininhas...

Nota - Lembro-me perfeitamente deste vestidinho. Adorava-o. Não me incomodava nada a correr...

Greve por Tempo Indeterminado - Tomada de Decisão Pessoal


Greve por Tempo Indeterminado - Tomada de Decisão Pessoal

Face aos graves acontecimentos que se multiplicam na minha escola diariamente e que se vêm avolumando em qualidade e quantidade, desde apoios explícitos à greve e mesmo incentivos ao cumprimento da mesma, que se transformam rapidamente e de um dia para o outro em pressões, para mim intoleráveis e indecorosas, para com os profissionais em greve, eu, Professora Anabela Magalhães, Professora do Quadro de Agrupamento e já com idade para não andar a brincar às barbies com coisas sérias, tomei a decisão de entrar em greve total, e por tempo indeterminado, não pactuando, desta forma, com tudo o que se tem passado na minha escola.

E esta não é a única razão. Não tolero que a tutela, ao invés de tentar fazer pontes e de tentar soluções face à gravidade do que se está a passar na Escola Pública Portuguesa, e aos inúmeros e gravíssimos problemas que se vêm acumulando nos últimos 20 anos, ande unicamente preocupada em lançar atoardas de legalidades e de ilegalidades tentando amedrontar e condicionar os mais frágeis.

Nunca ninguém disse que as lutas eram doces. Já conhecemos inúmeros ministros. Eles vêm e vão e nós continuamos cá. Constantemente a apanhar cacos.

Amanhã estarei, mais uma vez, em Lisboa. 

Com palavras que são setas dirigidas ao coração de La Piovra.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

Exemplar Associação de Pais e Encarregados de Educação

 


Exemplar Associação de Pais e Encarregados de Educação

Por aqui... nem pio. No dia em que os alunos deste país, desta escola, não tiverem durante todo o ano professores a uma ou mais disciplinas, por falta generalizada de professores, não digam que nós não vos avisamos.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2023

Greve por Tempo Indeterminado - A EB Teixeira de Pascoaes Encerrou

 


Greve por Tempo Indeterminado - A EB Teixeira de Pascoaes Encerrou

Foi hoje. A Escola nem chegou a abrir. 

Parabéns a todos quantos contribuíram para que esta luta fosse possível. 

Temos o Pessoal Não Docente e o Pessoal Docente unidos numa causa comum - a melhoria da qualidade da Escola Pública Portuguesa.

Exigimos respeito, senhor ministro!

Nota - Para aderir ao S.T.O.P. siga o link s.to.p.aderir@gmail.com

sábado, 7 de janeiro de 2023

Vergonhas

Vergonhas

PASSATEMPO "VOLTAMOS AO TEMPO DE ANTIGAMENTE?" (50 ANOS DEPOIS?)  

O texto que se segue é pertença do Luís Sottomaior Braga. 

Adaptando... alguém adivinha o nome dos concelhos do Norte de Portugal onde dirigentes escolares ameaçaram e coagiram professores e outros trabalhadores por estarem a organizar uma greve por tempo indeterminado?

Vou dar uma ajuda. Um começa por A. O outro começa por M.

E passo ao texto, que subscrevo na íntegra:

"Ofereço um exemplar da Constituição da República Portuguesa atualizado a quem adivinhar qual foi o concelho do Norte onde dirigentes escolares e gente ligada ao município ameaçaram professores e outros trabalhadores por estarem a organizar greve e plenários, com direito a sermão e interrogatório coativo sobre grupos de whatsapp e ameaças sobre a continuidade do posto de trabalho.  

Será que é isto que o Ministro estava a pensar com "educação para a cidadania"? 

Ou será aquecimento para em 2024 fazerem bonitos discursos sobre a "liberdade que Abril fez nascer" (desde que não chateie)?  

E será que acham que não estamos a ver? 

E que deixamos sós e desprotegidos os que lutam connosco?  

Coagir para impedir greve é punido....

Quem descobrir qual o sítio ou souber do que estou a falar pode mostrar este post aos autores da proeza.

O nome do concelho começa por V.  

Acho que têm de acalmar. 

Muito pior que secretários de estado que pagam pavilhões inexistentes, indemnizações de meio milhão ou governantes com contas arrestadas é atacar as liberdades civis, pelas quais houve gente torturada e morreu. 

Até temos tolerado (mal) corruptos, não toleraremos renascimentos pidescos serôdios. 

Ou será que muitos "democratas", que mandam neste país, já esqueceram a história dos seus partidos, no meio dos videirinhos e oportunistas que acham que se podem destruir as liberdades constitucionais, em nome de proteger maus governantes?" 

Nota final em forma de aviso: na próxima segunda-feira estaremos todos muito atentos ao que se passar.

terça-feira, 3 de janeiro de 2023

Destaque - A Directora do Agrupamento Teixeira de Pascoaes Junta-se aos Professores em Greve

 

Agrupamento Teixeira de Pascoaes - Amarante

Destaque - A Directora do Agrupamento Teixeira de Pascoaes Junta-se aos Professores em Greve

O que é bem demonstrativo da gravidade do momento que atravessamos.

Juntos somos mais fortes!

Entretanto... pelo ministério... mistério!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2023

S.T.O.P. - Em Janeiro a Luta Continua Ainda Mais Forte



S.T.O.P. - Em Janeiro a Luta Continua Ainda Mais Forte

Antes do mais, desejo um ano enérgico e feliz para todos os que por aqui passarem.

O país está preso por alguns poucos fios com milhões de portugueses considerados pobres ou no limiar da pobreza e um governo de poder absoluto, que assobia para o lado preso nas armadilhas e teias que ele próprio construiu/teceu para si.

Entretanto, os problemas sentidos na Educação avolumam-se, perpectivando-se um quase tudo ou nada neste embate entre profissionais da Educação e desgovernantes da Educação que, em última análise, nos querem subjugados e debaixo da alçada do poder político, de preferência amorfos, sem vontade e sem voz. 

Professores, comportem-se como uma das elites intelectuais deste país, sem sombra de dúvidas a mais importante, e sem a qual não se formam médicos, farmacêuticos, arquitectos, engenheiros, políticos, artistas, juízes... e também novos Professores, responsáveis em grande medida por assegurar um futuro asseado para este país que está capturado pelos interesses de poucos fazendo-me já lembrar "La Piovra". 

Amanhã recomeça a greve nas escolas por tempo indeterminado. Amanhã para docentes e no dia 4 para pessoal docente e não docente.

Apelo à união de todos os que estão dispostos a lutar por este desiderato que é, no fundo, a dignidade da Escola Pública. Dos outros não falará a História.

Tenham todos é a certeza que ou conseguimos alterar já o que está a ser cozinhado para nós ou mais tarde será tarde demais.

Vou-vos deixar a síntese do plano de luta para Janeiro 2023, adaptado do facebook do S:T.O.P. 

Assim, teremos:

  • Greve por tempo indeterminado: a partir do próximo dia 3 Janeiro unicamente para o pessoal docente e a partir do dia 4 de Janeiro incluindo também o pessoal não docente. Fica ao critério de cada grupo, por agrupamento ou escola não agrupada, a organização de concentrações, protestos, cordões humanos... com cartazes ou faixas criativas à frente das escolas, com distribuição de informação aos encarregados de educação a explicar as razões desta luta/greve.  Os pré-avisos de greve podem ser consultados na página do S.TO.P.: www.sindicatostop.pt... por isso não me perguntem sff se esta greve é legal, sim?                                                                                                            
  • Dia 7 de Janeiro (sábado) às 17h: protestos nas capitais de distrito (à frente das Câmaras Municipais onde se localizam as capitais de distrito) e abertos a todos os Profissionais de Educação e convidando toda a sociedade a estar presente.                                                                         
  • Dia 14 de janeiro (sábado) às 14h: grande marcha pela Escola Pública em Lisboa, do Marquês do Pombal até ao Terreiro do Paço juntando todos os Profissionais da Educação e toda a sociedade solidária com este grande desígnio nacional: Encarregados de educação, pais, alunos, figuras públicas, artistas, outros sectores sociais... 

NOTA IMPORTANTE: Apelo do S.T.O.P.

"Para que esta greve possa ter o maior impacto possível sem esgotar os nossos salários, apelamos a que todos os Profissionais da Educação (pessoal docente e não docente) organizem-se nas centenas de comissões de greve de norte a sul do país que surgiram em dezembro passado ou ajudem a criar uma nova na sua escola. 

Se precisarem de ajuda para isso enviem-nos um email: S.TO.P.SINDICATOGREVE@GMAIL.COM" 

E sindicalizem-se. Vamos fortalecer o S.TO.P. e tentar agora o tudo por tudo e o todos por todos. Se se sindicalizarem até dia 12 de Janeiro estareis a aumentar os créditos sindicais do S.T.O.P. que só conta, neste momento, com uma pessoa a trabalhar a tempo inteiro para esta luta que é de todos nós.

Para se sindicalizarem basta preencher a ficha de sócio, digitalizá-la ou fotografá-la e enviar para  S.TO.P.ADERIR@GMAIL.COM

Para mais informações clique aqui

Nota - Para este mês há mais acções de luta mas que para mim não fazem qualquer sentido porque diminuem e pouco acrescentam a uma greve por tempo indeterminado que junta todo o pessoal docente e não docente a trabalhar nas escolas públicas portuguesas.


segunda-feira, 26 de dezembro de 2022

CNN - Correcção


CNN - Correcção 

"O tempo de serviço não se rouba, conta-se!" foi o que eu afirmei, afirmo e afirmarei.

"O tempo de serviço não se poupa, conta-se", reivindicou Anabela Magalhães, professora de 61 anos e quase 40 de serviço, que colocou um dos cotonetes à porta da sede do Partido Socialista (PS).

Luta - Por uma Escola Pública de Qualidade - Amarante


Luta - Por uma Escola Pública de Qualidade - Amarante

Amanhã lá estaremos. De Amarante partem, todos juntos, representantes dos dois agrupamentos existentes e da ESA, escola que escapou à fúria dos ajuntamentos e continua não agrupada e ainda uma colega de um agrupamento de outro concelho próximo.

A luta continua. Para muitos de nós, verdadeiramente, nem nunca parou.

Pelo Público - A Luta dos Profs



Pelo Público - A Luta dos Profs

Para ler o artigo na íntegra clique aqui.

sábado, 17 de dezembro de 2022

Greve e Manif - Ontem e Hoje


Greve e Manif - Ontem e Hoje 

Cidadania 

Sumário: Contestação - Exigimos um país asseado.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2022

A Greve dos Professores, por Tempo Indeterminado, Continua e Vai em Crescendo

 

Perigosas Grevistas do Agrupamento Teixeira de Pascoaes
S. Gonçalo - Amarante

A Greve dos Professores, por Tempo Indeterminado, Continua e Vai em Crescendo

Aqui vos deixo um apanhado da onda de contestação que não pára de crescer. No próximo sábado, temos encontro marcado em Lisboa!

Entretanto, ilustro este post com as fotografias de três perigosas grevistas do meu Agrupamento de Escolas... ai Pascoaes, Pascoaes!!!!!


segunda-feira, 12 de dezembro de 2022

Avó Professora em Luta/Greve por Tempo Indeterminado

 


Avó Professora em Luta/Greve por Tempo Indeterminado

Também pelos meus netos. Educa-se pelo exemplo e de pequenino se torce o pepino.

Além do mais, quem não se sente, não é filho de boa gente... ouviste, ministro João Costa?

Concentração de Professores em Luta - Amarante

 


Concentração de Professores em Luta - Amarante

Não há alerta meteorológico laranja que nos desmobilize. Lutamos com a Razão do nosso lado.

Durante esta semana, a greve por tempo indeterminado continua!

 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.