quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

A Jóia de Luz e os Bombos

Bombos de Santa Maria de Jazente - Serra da Aboboreira
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
A Jóia de Luz e os Bombos

Avó Morcega e Voadora, tu sabes que eu quero muito ver com os meus olhos e escutar com os meus ouvidos e com o meu coração os bombos a fazer Pum Catrapum Catrapum Pum Pum, no Despique de Bombos das próximas Festas de Junho?

quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Aposta - Nuno Crato Sai do Governo?

 Aposta - Nuno Crato Sai do Governo?

Aposte aqui.

Comentário meu - Crato podia e devia poupar-se a este enxovalho. E, ao poupar-se, poupava-nos a nós.
Vergonha na cara, precisa-se!

Ainda a PACC - Ponto da Situação

 
Ainda a PACC - Ponto da Situação

O post que se segue foi inteiramente surripiado ao Cão Danado e é constituído, originalmente, por dois posts que agora juntei.

Já agora, se ainda não assinou a petição,aproveite e assine!

A luta continua. É minha, é tua, é nossa!
 

"PACC - Audição dos peticionários com dia e hora agendada




 

 
A PACC voltou ontem a ser tema de debate na A.R.
As notícias oriundas da A.R no dia de ontem são de que a "task force" enviada concluiu a sua missão na Comissão de Educação, Ciência e Cultura com sala cheia...e que audição!!

Uma nota curiosa: a presença deste senhor na Comissão (aparentemente convidado pelo grupo parlamentar do CDS-PP).

Garanto assim que vale a pena esperar pela difusão do áudio da audição sendo que será publicada aqui assim que for tornada pública.

Procedimentos em marcha:

- subida da petição à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias aguardando o parecer da mesma;
- parecer do Ministério da Educação sobre as questões levantadas pela petição;
- pareceres dos parceiros indicados pela própria Comissão;
- realização do relatório efectuado pela relatora indicada pela Comissão (deputada Heloísa Apolónia do grupo parlamentar PEV) que declarou que deixaria também a sua posição pessoal sobre este assunto.
 
Todos estes procedimentos vão ser realizados antes da subida da petição ao plenário."

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Alunos Criativos - EB 2/3 de Amarante


A Girl" (2006) do escultor australiano Ron Mueck
(abordagem da arte contemporânea: Hiper-realismo)
Alunos Criativos - EB 2/3 de Amarante

O texto que se segue é do Professor Antero Pereira que orienta os seus alunos neste projecto recém-nascido de se lhe tirar o chapéu! Hoje peço a vossa atenção para este site cujo endereço partilho. Eu já sou visitante assídua e, garanto-vos, aguardo com expectativa as novidades que, sei-o, serão de enorme qualidade.
 
Parabéns, Antero! Parabéns, alunos e alunas da EB 2/3 de Amarante!
 
"Os alunos do 9º ano de escolaridade da Escola EB2/3 de Amarante, orientados pelo seu professor de Educação Visual, criaram uma nova plataforma de aprendizagem online orientada para a optimização do processo pedagógico com recurso aos meios tecnológicos. Chama-se "alunos criativos" e está no endereço www.alunoscriativos.net
 
Os principais objectivos deste projecto são a criação de hábitos de trabalho com ferramentas menos convencionais (editor HTML, editores de imagem, de áudio e de vídeo, flash, CorelDraw, etc.), e a possibilidade de experimentar ferramentas de avaliação/formação online (testes/quizzes resolvidos e corrigidos em tempo real através da Internet).
 
Para além de outras matérias, já estão disponibilizados dois testes (para o 7º e 9º anos de escolaridade), e a plataforma serve também para divulgação de trabalhos dos alunos realizados nas aulas de Educação Visual, de acordo com as novas metas curriculares (desenho, pintura, fotografia, filmes, tutoriais em PDF, etc.).
 
O site tem uma construção/navegação muito simples e intuitiva, é de fácil usabilidade e aposta em servir não apenas os alunos do Agrupamento de Escolas de Amarante, mas também de outras escolas do país, das quais espera também colaboração. Possui já uma ligação para o Facebook e proximamente uma outra para a aplicação Instagram.
Todas estas ferramentas serão geridas pelos alunos em contexto de sala de aula."
 

A Anormalidade da Contratação de Escola - Recorde - 95 horários para o Professor Rui Pinto Monteiro

 
A Anormalidade da Contratação de Escola - Recorde - 95 horários para o Professor Rui Pinto Monteiro...

... que, curiosamente, desistiu do concurso há milhas! Ele desistiu do concurso mas o MEC insiste, insiste, insiste!
Há quem lhe chame burrice...

"O professor que tinha ficado colocado em 75 escolas desta vez arrebatou 95 horários"

Transcrevo um excerto da notícia saída no Público.

"Da primeira vez, quando ficou colocado em 75 escolas, pediu o anonimato. Agora, identifica-se, porque diz que “já é demais”. Chama-se Rui Pinto Monteiro, tem 36 anos de idade, está a dar aulas em Biscoitos, na Ilha Terceira, nos Açores, e pede ao Ministério da Educação e Ciência (MEC), através do PÚBLICO, que faça o favor de o retirar das listas de colocação de professores. Diz que “não se aguenta”: ao primeiro telefonema de uma directora de escola a dizer que tinha ficado colocado, na manhã desta segunda-feira, pensou que era brincadeira de uma amiga; mas, ao segundo, estranhou e foi ao correio electrónico, onde foram pingando os avisos da Direcção-Geral da Administração Escolar (DGAE). Ao fim do dia eram 95. “Um novo recorde”, diz."

Nota - Agradecida pela dica, Inês Queirós!

Amor de Pai

Cartoon surripiado aqui.
 
 Amor de Pai

Coelho anda com Crato ao colinho. Contra tudo e contra todos, marchar, marchar, marchar!
Há quem lhe chame burrice...

Concurso de Professores Descentralizado? Não, Obrigada!

 
Concurso de Professores Descentralizado? Não, Obrigada!

Colocação de professores deve ser competência a descentralizar

Pedro Passos Coelho

Sim, até seria, se vivessemos num país decente e asseado. Neste, tão dado à partidarite, ao compadrio e à corrupção, não, obrigada!
E quanto à trapalhada dos concursos, já todos percebemos que o que se pretende, no final, é entregar-nos numa bandeja ao poder municipal. Afinal, os municípios são os vossos tentáculos partidários mais próximos do terreno.

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Oui, C`Est Moi...

Bombos - Barca - Serra da Aboboreira
Fotografia sei lá eu de quem...
 
Oui, C`Est Moi...

... a nova aquisição do Grupo de Bombos de Santa Maria de Jazente.

Obrigada pelo apoio, Companheiras!

Aberração de um Primeiro Ministro

 
Aberração de um Primeiro Ministro

Não sei o que passa na cabeça desta gente. Um sector, importantíssimo e determinante para o futuro de um país, em completa polvorosa e vem um primeiro ministro e afirma uma aberração destas?!
É tolinho? É doidinho? Ensandeceu? Vive num mundo de sonho? No País da Alice? Adoeceu gravemente?

“Acertei quando o escolhi para ministro da Educação”

 Pedro Passos Coelho, referindo-se à prestação de Nuno Crato à frente da tutela.

Entretanto no mundo real... Os diretores escolares estão a ter dificuldades em contactar os professores da Bolsa de Contratação de Escola (BCE) para preencher os lugares vagos, porque as listas estão desatualizadas e algumas estão mesmo inacessíveis.

Novas do Fabuloso Mundo da Educação

 
Novas do Fabuloso Mundo da Educação

E só boas notícias, como podemos observar por este leque de hoje...

Fernando Egídio Reis é o novo secretário de Estado da Educação

Passos elogia Crato à margem dos apupos que ambos receberam em Forjães

Compensar alunos sim, mas sem mais aulas por semana e fora das pausas lectivas

Aluno agride funcionário de escola de Valbom, Gondomar

Secretário de Estado demissionário plagiou mais um trabalho

A Sério, Senhor Primeiro Ministro?

 
A Sério, Senhor Primeiro Ministro?

Primeiro-ministro assume que não será possível aos alunos ainda sem professores recuperarem por completo as aulas em atraso.

domingo, 19 de Outubro de 2014

Grupo de Bombos de Santa Maria de Jazente


Grupo de Bombos de sata Maria de Jazente - Barca
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães

Grupo de Bombos de Santa Maria de Jazente

Escrevi um dia:

Amo o som primitivo dos bombos. Aliás, eles embalam-me os dias neste blogue. Amo a beleza e a força dos tocadores, novos e velhos, amo o som que entra dentro de mim e se aloja no meu coração e no meu cérebro e me deixa de sorriso de orelha a orelha.
Movimento-me entre os tocadores como se estivesse em família, beijinhos para cá e beijinhos para lá e como é que vocês estão? E o que é feito da vossa vida? que eu sempre fui cusca e gosto de saber novas deles. Dos alunos que, mesmo sendo ex, serão "meus" para sempre.
Aqui os deixo. Aos tocadores do Grupo de Jazente.
Obrigada por passarem pela minha rua fazendo-me correr para a varanda, logo pela manhã, vendo-vos passar de cima, escutando o som vindo do fundo, ecoando na rua estreita...
 
E escrevi noutro dia:
 
Os rapazes tocadores tocam ora suavemente, ora arrancando das peles dos bombos e das caixas um som completamente infernal. As camisas colam-se ao corpo, as caras escorrem suor e avermelham-se contorcendo-se em esgares provocados pelo esforço, os dedos vão-se protegendo com adesivo colado directamente sobre a pele e cortado com os dentes, vão-se protegendo os pulsos, a cerveja escorre, a água também, por vezes até cara abaixo vinda directamente das garrafas. O espectáculo é qualquer coisa digna de ser vista.
A minha reacção é sempre a mesma e passa por um misto de admiração por estes rapazes jovens tão possantes, à mistura com uma enormesca incredulidade... mas como é possível tocar-se, naquele esforço, que por vezes quase roça o transe, horas a fio sem parar?
Enquanto escrevo este post, aqui mesmo no meu scriptorium, deixo-me embalar pelo ribombar que me chega do Largo de S. Gonçalo, que continua, possante, pleno de vida, pleno de paixão.
O despique de bombos não é uma espectáculo que se aconselhe a pessoas de ouvidos frágeis e de frágeis interiores... porque a música penetra-nos pelos ouvidos, pelos poros, pelo coração e ecoa e volta a ecoar dentro de nós.
 
E noutro:
 
Estar na primeira fila, junto a um grupo de bombos que bomba pum catra pum catra pum pum pum no máximo da sua força é um espectáculo imperdível que todo o português que se preza deverá experimentar mais cedo ou mais tarde. De preferência mais cedo.
O som batido de forma cadenciada e suave alterna com o som que nos entra entranhas adentro e nos faz trepidar da cabeça aos pés. Ao som dos bombos a bombar, o lajedo granítico do Largo parece ganhar vida própria e ele próprio estremecer com tal nível de ruído. É primitivo. É belo.

E ainda:

São uns artistas em múltiplos aspectos. Aguentam as altas temperaturas, debaixo de uma canícula que impressiona, sempre a bombar e sem desfalecer. Começam de pequeninos e aquilo entra-lhes na massa do sangue e por certo chega-lhes ao coração. Muitos precisam daquele bombar como de pão para a boca, ajudando-os a dissipar as energias que assim se esvaem controladamente. Aprendem a ser disciplinados. Aprendem a resistir na adversidade da canícula e do cansaço. São parte de um todo e cada um desempenha o seu papel dentro do grupo, o que é importante para eles. Tocam bombo, caixa, acordeão.
Há quem não suporte o seu tocar, pelo barulho ensurdecedor que sai das peles esticadas dos bombos.
Eu junto-me sempre a eles, bem perto, bem pertinho, especialmente se for o Grupo de Bombos de Sta. Maria de Jazente, como foi o caso de hoje, já que muitos dos seus tocadores ocupam um lugar especial no meu coração feminino e generoso de professora.
 
Hoje, passados alguns anos, continuo a subscrever tudo.

E agradeço do fundo do coração aos tocadodores e tocadoras que ontem bombaram e ribombaram forte e feio e voltaram a bombar e a ribombar forte e feio, pela Serra da Aboboreira, especialmente para a minha Jóia de Luz.

Nota - Se quiserem ler as postagens originais e completas, cliquem sobre os links a vermelho.

1ª Feira do Cogumelo de Amarante


1ª Feira do Cogumelo de Amarante - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
1ª Feira do Cogumelo de Amarante


Não sei se Amarante é a Capital do Cogumelo, mas, se não é, garanto-vos que pretende ser e não tenho dúvidas de que virá a ser.
Por aqui há muitos produtores, gente nova dedicada a uma produção maravilhosa e nutritiva que, para além do mais, é incrivelmente saborosa, e que precisamos incentivar para que entre, definitivamente, na nossa gastronomia local.
Ontem, dia 18, decorreu nos Claustros do Mosteiro de S. Gonçalo, a primeira mostra deles. Eu, ocupadíssima durante este fim-de-semana, ainda consegui dar lá um pulinho com suficiente tempo para captar umas imagens muito a correr... ficando com pena, muita pena!, por não poder usufruir de uma feira, para além do mais, bonita, cheirosa e saborosa.

Oportunidade para rever um jovem casal de produtores, por quem nutro um especial carinho - conheço-os desde pequeninos - e que fundaram a BioFarm onde produzem o fantástico shiitake - a Ângela Rodrigues e o Francisco Monteiro. Fantástico, meninos!

Quanto a vocês, meus leitores, experimentem os cogumelos, em particular o shiitake... se é que ainda não experimentaram o maravilhoso fungo...

quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Sem Vergonhice Total

Sem Vergonhice Total

Vai acabar Outubro, vai começar Novembro... e nós não teremos o problema da falta de professores resolvido. E tanto professor em casa, desesperado para começar a trabalhar!
Não é uma aberração de país, este que nos querem impingir os políticos?

Na minha Escola continua  faltar o professor de Pastelaria e de EMRC.









Nota - Vídeos surripiados ao Paulo Guinote.

A Palavra a Ricardo Araújo Pereira - "Quando o ministério não tem juízo, o corpo docente é que paga"

 A Palavra a Ricardo Araújo Pereira - "Quando o ministério não tem juízo, o corpo docente é que paga"

"Eu tinha 14 anos e considerava que se estava a perder demasiado tempo com a influência da continentalidade nas amplitudes térmicas. Portanto, fiz o que tinha a fazer.
Fui à horta que havia por trás dos campos de futebol e apanhei um gafanhoto. Antes de o professor de geografia chegar, coloquei o gafanhoto debaixo da sua secretária.
Não resultou. Assim que o professor se sentou, o gafanhoto saltou para a janela e saiu da sala. O professor nem chegou a vê-lo. E passou mais 50 minutos a falar impunemente sobre o facto de as zonas costeiras serem mais amenas que as áreas do interior.
Aos 14 anos ninguém sabe imaginar estratagemas que transtornem verdadeiramente a vida dos professores.
Aos 62, Nuno Crato, o ministro da Educação, tem a maturidade que me faltava para inventar as melhores partidas.
Primeiro, colocou professores de Coimbra, por exemplo, em Faro. Esperou que alugassem casa, que instalassem a família, que adaptassem a vida à nova realidade.
Depois, anunciou que tinha havido um engano e que a colocação havia sido anulada. Isto é que é uma partida. Não sei se o ministro aceita sugestões, mas talvez fosse engraçado que, quando o professor se dirigisse ao ministério para se informar sobre as suas alternativas, lhe entregassem um envelope com um gafanhoto lá dentro.
Como sempre, os professores não têm sentido de humor suficiente para entrar na brincadeira. Levam a mal, protestam, queixam-se. Resistem a ver esta balbúrdia como uma oportunidade. Eu, sendo professor, aproveitava o estilo de vida que o ministério proporciona e adquiria
imediatamente 20 ovelhas. O nomadismo é ideal para a pastorícia, e as constantes mudanças na colocação contribuiriam para que eu ficasse com um rebanho forte e lucrativo. Quanto menos aulas desse, mais tempo teria para vender lã, queijo e borregos.
Há quem oferença o corpo à ciência. Neste momento, os professores podem oferecer o corpo à educação, na medida em que as suas vidas parecem um daqueles problemas matemáticos: "o professor A é do Algarve e vai dar aulas para Trás-os-Montes. O professor B é de Lisboa e vai dar aulas para Braga. Após consultarem a internet, descobrem no mesmo dia que foram colocados por engano. Sabendo que ambos tomam o comboio das 8h20, qual chega primeiro ao centro de emprego?".
Nem todos temos a honra de poder dar um contributo tão grande para o bem da Humanidade. Os professores têm e ainda reclamam."

Surripiado aqui.

Viagens Culturais - Amarante/Bragança


Viagens Culturais - Amarante/Bragança
 
O programa é interessante.
Alguém quer aproveitar esta viagem cultural?
 
Nota - Para ler com conforto, clique sobre a imagem.

Publicidade - Gatilho

 
Publicidade - Gatilho

O pessoal que faz parte da Gatilho merece todo o nosso apoio e toda a publicidade que se possa fazer.
Aqui fica a informação dos cursos de arte e de música que serão ministrados aqui no centro histórico de Amarante, na Porta 43, da Rua Teixeira de Vasconcelos.

A Palavra ao João Paulo Sobre os Concursos de Professores

 
A Palavra ao João Paulo Sobre os Concursos de Professores

"O concurso teve uma fase nacional que correu bem, uma centrada nas escolas que correu como todos sabem e qual é a proposta que nos chega da direita? Acabar com o concurso nacional (o que correu bem!) e ampliar o concurso local (o que correu mal)."

Nota - Vale a pena ler o post do João Paulo na íntegra. Para o ler, clique aqui.
Subscrevo tudo. E acrescento: os meus parabéns a todas as cabeçorras que pretendem ampliar a asneirola!
E sim, esta conduta é propositada e visa um fim: domesticar os docentes, amarrar à trela partidária os profes.
O rebanho quer-se amestrado.

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Última Hora - Novas da Ministra da Justiça

Fotografia sei lá eu de quem mas roubada ao Paulo Martins
 
Última Hora - Novas da Ministra da Justiça

Ministra da Justiça em Estado de Citius... e continua... continua... continua...

Jóia de Luz - 1º Aniversário

 
Jóia de Luz -1º Aniversário - S. Gonçalo - Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Jóia de Luz - 1º Aniversário

Que a vida te seja leve leve...

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Justamente o contrário, senhor presidente!

 
Justamente o contrário, senhor presidente!

No meu tempo de professora contratada, que o fui quase até aos 40 anos de idade, os concursos eram centralizados, todos feitos à pata, ou seja, os dados eram todos processados manualmente, a eles concorriam milhares e milhares de professores e nunca se viu nada assim, nem de perto nem de longe, nunca se viu uma sem vergonhice completamente desavergonhada como esta.

Se não sabem o que andam a fazer, ou sabem muitíssimo bem?, voltem atrás, ao modelo que vigorou durante anos sem rebentar pelas costuras da incompetência?/propósito? deste concurso palhacento, feito com enorme estrondo e estardalhaço.

Queremos concursos centralizados, objectivos, limpos e transparentes, públicos, com colocações pela graduação profissional e com a possibilidade dos concorrentes aferirem as suas graduações/colocações.

Colocação de professores. Cavaco pede "descentralização" para evitar problemas no futuro

Nota - Estas opiniões, que preparam o terreno para a "descentralização", levam-me a pensar, amiúde, que tudo isto não foi inocente, não foi fruto do acaso ou da incompetência mas que visa um fim, a descentralização dos concursos, no fim, a municipalização do ensino.
Por todas as razões e mais algumas, porque não queremos estar/ficar submetidos aos partidos políticos que dominam as autarquias, aviso desde já que rejeitamos, muitos de nós docentes no terreno, esta opção e que lutaremos contra ela no sentido da sua não efectivação.

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Jóias de Luz

Jóias de Luz - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Jóias de Luz

As gerações que se seguem. A Humanidade renova-se desde os primórdios dos tempos.

Serra da Aboboreira - Pôr-do-Sol

Pôr do Sol da Barca - Serra da Aboboreira - Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Serra da Aboboreira - Pôr-do-Sol

Hoje partilho pela segunda vez este pôr-do-sol, tal e qual como o fotografei, ontem, da Barca. Apercebi-me que assim seria ao ver as nuvens farripadas e as abertas generosas num horizonte desafogado como o é o horizonte da Barca... e fiz-lhe uma espera entre trabalhos variados de fadinha do lar. De quando em vez, espreitava-o. Aguardei que ficasse no ponto certo, que descesse o suficiente para se tornar intenso, luminoso, quente, arrojado. Depois... depois foi só fotografar a sua magnificência estupidamente bela.

O Lodaçal Criado Por Um "Matemático" no MEC

 
O Lodaçal Criado Por Um "Matemático" no MEC

Vou-me abster de comentar.





Nota - Vídeos surripiados ao Paulo Guinote.

Boa Noite

Pôr-do-Sol na Barca - Ontem - Serra da Aboboreira
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Boa Noite

Ufa! Acabou o meu longo dia de trabalho... sim, eu sei, foi Domingo...

Aula de História - Conquista de Ceuta e Papel de D.Henrique nos Descobrimentos

Auto-Retrato - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Aula de História - Conquista de Ceuta e Papel de D. Henrique nos Descobrimentos

A aula de História que acabo de publicar, intitulada D - A CONQUISTA DE CEUTA E O PAPEL DE D. HENRIQUE NOS DESCOBRIMENTOS, já reciclada e com as metas curriculares, versa o início da expansão portuguesa, um período da História de Portugal de que gosto particularmente. Porque gosto do arrojo da obra, da coragem demonstrada, da dificuldade da empreitada, do objectivo traçado, do resultado obtido.
Impossível não realçar o lema do Infante D. Henrique "Talent de bien faire". Sublinhei-o bem sublinhado aos meus alunos... sim, eu sei, tal "insignificância" não está prevista nas metas curriculares, domínios, sub-domínios e descritores de desempenho... e porra, mania de ligarem o complicómetro!

Soubéssemos nós todos honrar um lema assim tão superior... e outro galo nos cantaria!

sábado, 11 de Outubro de 2014

Crato, o Torresmo

 
 Crato, o Torresmo

Depois de queimar em lume brando, eis que surge agora como um torresmo.

Crato, essa revolução cultural

"Há quem faça cornos a um deputado e se demita. Há quem os faça aos professores e continue esplendoroso em funções."

"Crato acabou. Demitido ou não."

Isabel Moreira

Nota - Roubei quase tudo ao Luís Costa.

Olha o Paaassariiiinho!

 
Olha o Paaassariiiiinho!

Portugal continua a estar mal situado no Índice de Percepção da Corrupção

MEC - O Monstro Mostrengo Mor

 MEC - O Monstro Mostrengo Mor

Este é apenas um episódio da criação já parida de um monstro feito à imagem e semelhança de um MEC demencial.

A história do professor que ficou colocado em 75 escolas depois de ter desistido do concurso

"O MEC criou um monstro"

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Novas do Cratino MEC

 
 Novas do Cratino MEC

Os mesmos professores foram hoje colocados em três, quatro ou mesmo dez escolas

Comentáriio meu: Não há fome que não dê em fartura! E sim, parece-me bem, depois da inovação do meio funcionário por escola não vejo razões para não atribuírem uma escola por cada dedo de mão e de pé! a cada professor.
Profes, não optem! Inovem, vá!

Boa MECO, perdão!, MEC!
 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.