quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

A Palavra a Zeinal Bava

A Palavra a Zeinal Bava

Ou será que estou a dar a palavra a Mariana Mortágua?




E agora recupero um vídeo já por aqui partilhado. Vale a pena ver.


A Memória da Humanidade Destruída à Marretada

A Memória da Humanidade Destruída à Marretada

Esta destruição de artefactos raros assírios existentes no importantíssimo Museu da Civilização de Mossul, no Iraque, causa-me particular asco. Mas esta gente... gente?! já provou ser capaz de tudo.

Não, não vou colocar aqui o vídeo que está já a correr mundo. Mas deixo o link, para quem quiser ver a demência com os seus próprios olhos...

Vídeo mostra jihadistas a destruir estátuas assírias em museu no Iraque

António Costa a Promover o Enterro de António Costa

António Costa a Promover o Enterro de António Costa

A inabilidade política de António Costa ficou mais que comprovada durante os últimos dias.
Alguém tem dúvidas que António Costa está a trabalhar para o seu enterro político?

Costa: ontem era "sentido de Estado", hoje é "uma frase imprecisa"




Alfredo Barroso acusa Costa de vassalagem à China e diz adeus ao PS

E mais: António Costa e os perdões ao Benfica... que vergonha, senhor presidente da Câmara de Lisboa! Com o meu dinheiro não, sff!

E agora dou a palavra a Rui Santos, que subscrevo na íntegra.


De Como Se Passa de Bestial a Besta em Três Tempos

 
 
De Como Se Passa de Bestial a Besta em Três Tempos
Ou de como os políticos nacionais estão sempre prontos a promover o nosso achincalhamento internacional. Ontem em bicos de pés, a mandar farpas à Grécia, hoje a levar com elas no lombo! É obra!
Obrigada, Maria Luís Albuquerque! Pelo papelório feito em Berlim, em plena crise grega, contra os gregos.

E sim, há gente que não tem um pingo de vergonha na cara...

Schäuble diz que Portugal prova que ajustamento funciona

Portugal, novamente o mau aluno?

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Novas de Varoufakis

Yanis Varoufakis
Yanis Varoufakis | © Simela Pantzartzki/EPA/dpa
 
Novas de Varoufakis

Há quem lhe chame extrema esquerda. Eu apenas lhe reconheço decência. E já agora, também lhe reconheço asseio.
E antes de lhe lançarem os cães todos, a este senhor ainda agorinha mesmo chegado ao poder, convém não esquecer que não foi ele, nem tão pouco a sua família política!, que trouxe a Grécia ao estado em que ela hoje se encontra. Não se esqueçam que foi o centrão, lá e cá, cá e lá a mesma corja nojenta. Salvo raras excepções, claro!

Hoje já se respira um ar um bocadinho menos viciado.

Os alvos de Varoufakis: ricos, devedores ao fisco, contrabandistas e monopolistas

Eurogrupo dá luz verde à Grécia

"I'm the finance minister of a bankrupt country"

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Eureka! Excelente Ideia! Sobre os Chumbos!

 
Eureka! Excelente Ideia! Sobre os Chumbos!

A ideia, para dizer a verdade, não me parece excelente. A ideia, para dizer a verdade, parece-me mesmo genial genial genial!
É que só num país a funcionar com tudo no sítio e de génio lembraria a alguém dar este sinal em simultâneo:

Acabemos com os chumbos dos alunos!
Moda moda Mesmo! é agora chumbar os senhores professores!

A minha mente pasma. Viva a revolução! Viva o século XXI português!

Conselho Nacional de Educação defende fim dos chumbos (dos alunos)

Perto de 35% de “chumbos” na prova de avaliação docentes

Nota - Este país vai longe! Ai vai vai!

Novas do Artigo 79?

tmp_32111-artigo 79-1994419359
Correio da Manhã (23-02-2015)

Novas do Artigo 79?

Para ler com mais conforto, clique na imagem.
E sim, a aplicar-se seriam necessários mais professores... e como nós nas escolas precisamos deles!

Nota - Recorte surripiado ao Arlindo.

A Vida Dura dos Eurodeputados

A Vida Dura dos Eurodeputados

*»?%&*^#&*»?%&*^#&?!


Selfies do Reencontro

Selfies do Reencontro - EB 2/3 de Amarante
Fotografias de José Gonçalves

Selfies do Reencontro

O nosso Homem das Selfies voltou!

Confesso, já tinha saudades!

Quem Beneficiou Com a Crise Grega? Pois, os Alemães!

Quem Beneficiou Com a Crise Grega? Pois, os Alemães!

A palavra aos alemães.

É que há por aí muito boa gente equivocada com as histórias para crianças que andam a ser contadas aos mais incautos.



Nota - Vídeo surripiado aqui.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Desculpa, Grécia!



"Ter uma coluna vertebral flexível dá muito jeito para sessões de beija-mão."




Desculpa, Grécia!

O profundo desconforto, sentido por muito boa gente neste país à beira mar plantado perante a atitude exuberantemente subserviente e servil face a uma Alemanha com tiques imperialistas, manifestada por alguns dos nossos maiores representantes durante a semana que agora finda, fica bem demonstrado pela explosão de mimos observados numa qualquer rede social.
É só clicar, navegar... e assistir em directo ao enterro de Pedro.
É caso para dizer... pior era impossível!

Desculpa, Grécia!

PACC - A Luta Continua

 PACC - A Luta Continua

Sindicatos marcam greve nacional de professores a prova durante mês de março


Vergonhas - Isto É Uma Espécie de Desporto?

Vergonhas - Isto É Uma Espécie de Desporto?

Parece que a Humanidade está a ser atacada por forças ocultas que lhe corroem... a Humanidade.

Mais de 500 "ultras" do Feyenoord destroem a Praça de Espanha, em Roma


A Palavra a Pedro Bacelar de Vasconcelos



A Palavra a Pedro Bacelar de Vasconcelos

Maria Luís e Schäuble

Foi um espetáculo inédito de humilhação gratuita de um estado soberano. Ao Ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, foi dada a oportunidade de exibir num espetáculo televisivo a Ministra das Finanças de Portugal, Maria Luís Albuquerque, como troféu de uma política europeia errada que destrói a solidariedade entre os povos, perturba o funcionamento dos sistemas políticos democráticos e ameaça a própria sobrevivência da União. Enquanto Schäuble mostrava a sua cobaia como prova do sucesso dos "programas de resgate" conduzidos pela "troika", o Presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, admitia o falhanço dos mesmos programas, denunciava a falta de legitimidade democrática da solução corporizada pela "troika" e pedia perdão pelas ofensas assim consumadas contra a dignidade dos povos da Grécia, da Irlanda e de Portugal! No Parlamento Europeu, também o Grupo dos Socialistas e Democratas, pela voz da sua Vice-Presidente, a deputada Maria João Rodrigues, tomava posição em defesa da necessidade de se chegar a um acordo com o Governo grego para mudar as políticas de austeridade dos últimos cinco anos, responsáveis pela gravíssima crise humanitária que assola o país sem que se consiga travar um endividamento crescente. Por último, o Banco Central Europeu abriu a linha de crédito de emergência solicitada pela Grécia, para acorrer às necessidades imediatas de financiamento, enquanto prosseguem as negociações nas instâncias competentes. Ao contrário dos que vaticinaram a sua rápida e inevitável rendição, o Governo grego soube assumir com exemplar determinação - e até inusitada cordialidade e elegância! - as promessas que contraiu perante os seus eleitores. É tempo de os governos reconhecerem à mesa do Conselho que não há futuro para o projeto europeu sem capacidade de negociação e compromisso, sem a consideração do interesse nacional de cada estado membro e o respeito devido à vontade democrática dos seus representantes legítimos. A Grécia é a principal credora da solidariedade dos povos da Europa. O Governo português ficou aprisionado na armadilha que ele próprio teceu. Desfeito o mito da ausência de alternativa política, já não tem como justificar as consequências desastrosas das escolhas que fez nem tem fôlego para contrariar o estatuto de irrelevância que cultivou, ao longo de quase quatro anos, junto dos seus "tutores". Ninguém pergunta nem já quer saber o que pensa ou vai fazer este Governo e esta maioria. É a hora da oposição.

PROFESSOR DE DIREITO CONSTITUCIONAL

Mapa da União Europeia 2015



Mapa da União Europeia 2015

A circular pelo facebook...

Os meus parabéns, Grécia! E a minha admiração!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Vergonhas

 
Vergonhas

Já há acordo para a Grécia

"Grécia terá empréstimo de quatro meses. Canal grego avança que, além da Alemanha, os dois países mais complicados de convencer terão sido Portugal e Espanha. Diz mesmo que os países ibéricos tentaram bloquear um eventual acordo. [Em actualização]"

E agora, o que se vai sabendo mais:

Tensão entre Portugal e Grécia. Varoufakis invoca "boas maneiras" para não falar sobre Maria Luís

Os cinco pontos do acordo entre Grécia e instituições europeias

Reacções ao acordo do Eurogrupo com a Grécia
 
Varoufakis: "Conseguimos evitar medidas recessivas"
 
Adeus troika, olá "instituições". O comunicado do acordo do Eurogrupo sobre a Grécia
 
Esboço de acordo prevê prolongamento do empréstimo por quatro meses em vez de seis

Tenda Paleolítica - Centro de Recursos da Sala de História da EB 2/3 de Amarante






Tenda Paleolítica - Sala de História da EB 2/3 de Amarante
Fotografias de Fábio Soares

Tenda Paleolítica - Centro de Recursos da Sala de História da EB 2/3 de Amarante

Hoje acrescentamos uma magnífica réplica de tenda paleolítica, em versão criativa, que assim se juntou ao espólio, já bastante considerável, do Centro de Recursos da EB 2/3 de Amarante.

Aos poucos, mais precisamente desde a minha reentrada nesta Escola no ano lectivo de 2009/2010, agora finalmente como Professora do Quadro de Agrupamento, todos os anos acrescentando mais uns pontos, o espólio enriquece-se para grande alegria desta professora e dos seus alunos.

Não sei se Deus quer. Sei que o Homem sonha e a obra nasce. E que com as mulheres também pode ser igual.

Nota 1 - Se quiser acompanhar o que tem sido esta aventura da construção da Sala de História e do seu Centro de Recursos, pode clicar aqui.

Nota 2 - Infelizmente estou proibida de mencionar a autoria do magnífico trabalho e de endereçar agradecimentos... rssssssssssss... que eu tanto queria... rssssssssssss...

Nota 3 - Agradecida pelas fotografias, Fábio Soares! E é como te digo, ainda te vou ver chegar ao excelente!

Temos Dignidade? E Vergonha na Cara?



"Ter uma coluna vertebral flexível dá muito jeito para sessões de beija-mão."
Temos Dignidade? E Vergonha na Cara?

Por estes dias Pedro Passos Coelho coloca todo um povo de cócoras perante a toda poderosa Alemanha, humilhando-o muito para além do eticamente sustentável. Já foi insuportável ouvir o esquentador admitir aquilo que muitos de nós já sabíamos e dizíamos, fazendo um mea-culpa que não chega, que não chega, volto a repetir!, porque apenas foi feito de palavras. E nós estamos fartos delas. E exigimos actos que corroborem as palavras ditas.

Enquanto primeiro-ministro de Portugal, de um dos países da UE intervencionados pela Troika, Pedro Passos Coelho de cuecas esfarrapadas na mão, mais do que roto, representando um país de cuecas esfarrapadas na mão, mais do que roto, agiganta-se perante um país soberano, à rasquinha, de nome Grécia que luta para se manter à tona da água. Dentro do país, está todo um povo. E Pedro Passos Coelho é o primeiro a esticar a perna, a preparar a bota que já está prontinha prontinha para se abater, implacável, sobre a Grécia, sobre o povo grego que perdeu, como nenhum outro!, poder de compra, saúde, direitos, garantias, trabalho, subsistências.

Pedro Passos Coelho arrisca-se, assim, talvez quem sabe o rumo da nossa História!, a ficar com qualquer um dos cognomes seguintes: O Subserviente, O Submisso, O Cobarde, A Minhoca, O Tarefeiro, O Sem Coluna, O Carrasco.

Ao agigantar-se com os fracos, sendo fraquinho fraquinho com os fortes e poderosos, Pedro Passos Coelho está só a ser igual a ele próprio. Afinal, não foi isso mesmo que ele já fez internamente, aplicando as políticas que nos trouxeram aqui?
Sendo que o aqui é um país infinitamente mais pobre, mais desigual e onde, a cada dia que passa, se aprofunda o fosso entre os mais ricos e os mais pobres, onde se votam milhares e milhares de pessoas borda fora, imprestáveis para coisa alguma, condenando-as à caridadezinha nojenta e, maravilha das maravilhas!, pérola em cima do bolo, onde a dívida escava cada vez mais fundo.

Seria de esperar alguma solidariedade com quem está "apenas" um pouco pior de que nós?
Pois não seria, a não ser que se desconheça completamente a peça. A peça repudia o aflito, e, ao invés de lhe deitar a mão, deita-lhe mas é a bota para ser o primeirinho e empurrar-lhe a cabeça para o fundo do poço por forma a que o aflito, que naturalmente esbraceja tentando manter-se à tona de água,  fique pelo menos inanimado, não chateie, não perturbe a paz mais do que podre que se vive neste clube de m**** em que se transformou um sonho que em tempos foi lindo.

Para onde vais, UE?

Quanto a Pedro Passos Coelho, não tenho qualquer dúvida, vai borda fora já no próximo momento eleitoral. Sem apelo nem agravo e sem sombra de dignidade.

Passos: Proposta grega "não é aceitável"

O debate onde se falou na dignidade

Nota - Espero que a situação grega se resolva. E que, pelo caminho, fique O Indigno Passos...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

A Sem Vergonhice Europeia

A Sem Vergonhice Europeia

Presidente da CE admite que troika «pecou contra dignidade» de Portugal, Grécia e Irlanda

Agora Portugal é exemplo. Há duas semanas tinha perdido ímpeto reformista

Portugal usado como arma de arremesso contra Atenas

Grécia ajudou Portugal a sair da mira da troika em menos de um mês

E agora, Grécia (e Europa)? A Alemanha não gostou, a Comissão Europeia apreciou

E, por último, a palavra ao eurodeputado João Ferreira:


Parabéns, Senhor Primeiro Ministro!

 
Parabéns, Senhor Primeiro Ministro!

Estamos no bom caminho! Assim é que se (des)governa!

Políticos e dirigentes superiores ganham mais do que há três anos.
Representantes do poder legislativo e dirigentes superiores estão entre as 10 carreiras da Administração Pública cuja remuneração mensal aumentou de 2011 para 2014. Mas, para a maioria, o sentido foi o inverso.

Ah, bom povo submisso!

O Perigo Grego - Tsipras, assim não brinco!

O Perigo Grego - Tsipras, assim não brinco!

Tsipras, assim não brinco...

"Alguns dos 700 carros que se encontravam ao serviço dos ministérios gregos eram utilizados pelas viúvas de antigos ministros. Chocado por lhe ter sido atribuído um abono de 525 euros aquando da sua ida à cimeira de Bruxelas, Alexis Tsipras juntou à sua lista de poupanças a extinção das compensações pelas viagens ao estrangeiro."

E sim, pela velha e gorda Europa carregada de velhos e novos, todos obesos!, burrocratas, há quem não ache piadinha nenhuma a esta lufada de ar fresco que chega do Sul... Tsipras, assim não brinco...

Ai ai, deixa-me respirar...

Perdão! Outro Arroto Europeu!

Jeroen Dijsselbloem, na imagem, é presidente do Eurogrupo. Jeroen tem criticado duramente o novo Governo grego, alegando que os seus elementos não têm preparação, que não são sérios, que não são competentes. Curiosamente, descobriu-se que Jeroen mentira no seu currículo, alegando ter um Mestrado em Economia Empresarial que nunca existiu. Não obstante, Jeroen não se demitiu, nunca pôs em causa as suas competências e seriedade para presidir ao Eurogrupo e não hesita em criticar a seriedade e competências dos outros. Fofo, não é?
Uma Página Numa Rede Social

Fontes e referências:
http://www.publico.pt/economia/noticia/presidente-do-eurogrupo-corrige-curriculo-retirando-mestrado-que-nao-tinha-feito-1591368
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3167209&seccao=Dinheiro%20Vivo

Perdão! Outro Arroto Europeu!

Meu caro, para sermos respeitados, temos de fazer por isso.

Vai daí, e se te fosses catar, Dijsselbloem?

Mestrado falso obriga presidente do Eurogrupo a corrigir currículo

Perdão: Um Arroto Árabe

Perdão: Um Arroto Árabe

Ai Nicolau Copérnico! Ai Galileu Galilei! Tanto trabalhinho e tanto sofrimento para isto? Para escutarmos esta "explicação" atrasada de 500 anos?

Se não fosse tão estupidamente ridículo, até daria para gargalhar...

Líder religioso saudita diz que a Terra está parada


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Novas do Duelo - David Contra Golias

Novas do Duelo - David Contra Golias

«Tsipras não deixou sem resposta as declarações de Schäuble, que disse sentir pena dos gregos por terem eleito um governo irresponsável. "Ontem, Schäuble perdeu as estribeiras e fez comentários depreciativos em relação ao povo grego. Com todo o respeito, gostaria de lembrar-lhe que ele devia sentir pena é dos povos que não conseguem levantar a cabeça".»

Claramente, David marca pontos pela elegância e mestria demonstradas neste tourear.

Perdão: Um Arroto Europeu

Perdão: Um Arroto Europeu

Juncker sobre a troika: "Pecámos contra a dignidade" de Portugal e Grécia

Presidente da CE admite que troika «pecou contra dignidade» de Portugal, Grécia e Irlanda

Este último link foi acrescentado pelas 12 horas de quinta-feira. Para que se ouça este arroto europeu de viva voz.

Os Professores - A Palavra a Luís Costa

 
Os Professores - A Palavra a Luís Costa

Canivetes Suíços

Tempos houve em que eu cantava diariamente os professores. Era modesto o canto, mas de mui genuíno sentimento. Porém, há muito que tal não me apetece. Andam estranhos, subservientes, acríticos, nada gregários, nada corporativos… distantes de quem eram. Concomitantemente, vão assumindo cada vez mais papéis e mais funções, como prestimosos canivetes suíços.

Os professores — mais mouros de trabalho a cada dia que passa — exigem respeito. "Exigem". Lamentavelmente, não há nem repartição nem balcão para formalizar tal exigência. Portanto, esse "exigir" é… meramente retórico. E no contexto em que é produzido… (num dos países mais civilizados do mundo ocidental) nem se fala! Tem o mesmo valor semântico de "queríamos" ou de "gostaríamos", ou seja, não passa de uma mera manifestação volitiva. "Queríeis!", responde a comunidade.

Num país ideal, os nossos professores não precisariam de "exigir" absolutamente respeito nenhum. As suas qualificações, a natureza da sua função e a carga de trabalhos/aborrecimentos que têm seriam mais do que suficientes para o assegurar. Todavia, estamos em Portugal. Aqui, o respeito nem sempre passa por essas calhas. Neste canteiro, à beira-mar plantado, o respeito precisa não apenas de ser merecido, mas de ser conquistado a pulso, por vezes com vigor, com muita veemência. Enfim, sempre fomos um povo de conquistadores. E é muito por isto que os professores, tão cedo, não vão ser respeitados. Não se dão ao respeito. Calma, que já esclareço!

Tal como as pessoas, também os grupos/classes profissionais mais respeitados sabem definir claramente os seus limites, os seus círculos sagrados. Vejo outros grupos profissionais demarcarem bem o seu território, enquanto assisto, com pasmo e dor, ao diário delir de todos os contornos da "classe" a que pertenço. Queima-me a alma ver — mais do que os políticos, muito mais do que a sociedade civil, muito mais do que a irreverência (ou a má educação) juvenil — os próprios professores a apagarem as suas marcações, os seus limites, os seus antigos "sine qua non". Vão perdendo consciência deles diariamente. São, cada vez mais, quase-nadas que fazem quase tudo.

Se os professores querem realmente fazer-se respeitar, têm de sair da vírgula em que se colocaram, recuperar a sua posição ereta, fazer apelo ao caráter dos tempos pretéritos, empunhar uma boa dose de intransigência e, uma a uma, (re)fazer as suas marcações, (re)definir o seu território: o que é função docente e o que não é; que disciplinas/áreas podem/devem ensinar; o número máximo de alunos por turma; o número máximo de alunos/turmas por professor; o número máximo de horas de trabalho na escola; o que devem e o que não devem justificar: até onde vai a
responsabilidade/dever de informar os encarregados de educação; que competências/responsabilidades/incumbências podem/devem/aceitam ter enquanto diretores de turma… Definidos os seus limites, não devem transpô-los nem deixar que ninguém os transponha. Não é ético, não é profissional, não é honesto. Não é honesto.

Os professores têm de deixar de obedecer a todas as ordens, a todas as convocatórias, a todas as solicitações. Se querem realmente ser respeitados, têm de se pôr no seu lugar, porque ninguém o fará por eles nem ninguém os respeitará enquanto não o fizerem. Serão bonitos e multifacetados canivetes suíços, mas toda a gente vai querer metê-los num bolso.

Luís Costa

Novas do Infame EI

Novas do Infame EI

Estado Islâmico vê Líbia como "porta de entrada estratégica" na Europa

Papa pede à comunidade internacional solução para a Líbia

"Será preciso uma geração para derrotar ideologia do Estado Islâmico"

A demência à solta. Que os deuses todos nos valham...

How Earth Made Us

How Earth Made Us

Post feito especialmente para recordar uma viagem de preparação complicada, à Líbia, agora interdita e a ferro e fogo. A partir do minuto 2:45 mergulhamos no deserto líbio.

E sim, eu já pisei estas areias, já afaguei estas pedras, já subi estas dunas gigantescas, já escutei este silêncio espampanante...


terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Todos Atrás da Anabela para Foz Côa

Auto-Retrato - Porto
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Todos Atrás da Anabela para Foz Côa

Bastou falar na possibilidade de fazermos uma saída de campo, um dia destes, em grupo alargado, com destino ao Parque Arqueológico de Foz Côa e pumbas! Hoje ligo o facebook e não é que está já criado o grupo "Todos Atrás da Anabela para Foz Côa"?

Valham-me as santas todas que desta não me safo!

Eheheh... afinal, eu não vos levei à Líbia em segurança? Ora, quem vos leva à Líbia também vos leva a Foz Côa... não?

Nota - Falei ontem mesmo com o Sahel. Por Sebha parece estar tudo em ordem, por agora.
Esperemos que a vida se recomponha neste país de beleza/deserto sem igual.

A Jóia de Luz e os Desportos Radicais


Foto de Anabela Magalhaes.

·
A Jóia de Luz e os Desportos Radicais
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães

A Jóia de Luz e os Desportos Radicais

A Jóia de Luz iniciou-se, um dia destes, na ginástica de competição.
Agora é só lançar-lhe o desafio "J, vamos à ginástica?" e lá se coloca ele em posição, todo lampeiro -Primeiro escarrapacha as pernas, depois deita as mãos ao chão e de seguida a cabeça, larga as mãos et voilá!
E ele mesmo encarrega-se de bater palmas a si próprio... mesmo se nesta difícil posição!

"O mundo também é lindo visto de pernas para o ar, Avó Morcega!"

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Asco

Asco

Evoluam, meus senhores! E se acabassem com esta m**** que só vos aproxima de quem deveriam andar distanciados?

Estado norte-americano quer "câmaras de gás" para executar condenados

Ah! E a câmara de gás também poderá ser substituída por um saco carregado com azoto em volta da cabeça... sempre ficará mais económico, digo eu...

Mas estaremos a caminhar para a loucura total?

Desordem


Desordem

Os sinais de profunda desordem que transparecem da actuação de homens que habitam esta nossa casa comum, vindos de diferentes latitudes, são deveras preocupantes e essa preocupação não pode deixar de aumentar à medida que acontecimentos, há uns anos impensáveis, vão tendo lugar, a cada dia mais graves, a cada dia mais perturbadores.

Parece que forças ocultas nos empurram, inevitavelmente, para a desgraça, a crispação, a desregulação, o caos, a indignidade, a infâmia... a guerra.

Estive dois dias afastada do mundo, é certo, fechada no meu casulo. Mas, à chegada a este mesmo mundo do qual faço parte integrante e onde não sou mais que um grão de areia, confesso, "apenas" constato que o panorama não podia ser mais desolador e preocupante.

Grupo de egípcios cristãos terá sido decapitado pelos terroristas do EI

Egipto bombardeia jihadistas que decapitaram cristãos

Recolhidos mais de dois mil imigrantes no Mediterrâneo

Cemitério judaico atacado em França

Tiroteio em Copenhaga faz um morto e três feridos

Segundo ataque em Copenhaga. Um morto e dois feridos

Ucrânia denuncia violações do cessar-fogo

Ébola já fez mais de nove mil mortos

Schäuble. "Sinto muito pelos gregos. Elegeram um governo que se comporta de forma irresponsável"

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Sem Vergonhice Total

 
Sem Vergonhice Total

Ai votinhos votinhos! Ou o poder local no seu pior!

Isenção de taxas ao Benfica "é politicamente incorrecta" mas "sensata"

A Palavra a João Quadros

Vida de Cão - Lisboa - Portugal
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Palavra a João Quadros

Querida Grécia,

escrevo esta carta sem ser segundo as regras do novo acordo ortográfico porque sei que vocês também gostam de não respeitar as regras.

Ia a escrever - espero que estejam todos bem -, mas também cá tivemos a troika.

Se lhe escrevo, Querida Grécia, é por uma razão muito simples. Não, não venho cobrar nada. Espero que não tenha enviado esta carta para o lixo. Juro que não sou familiar do Duarte Marques, nem conheço quem seja e assuma.

Escrevo-lhe para pedir desculpa pelo nosso Presidente, pelo nosso Governo e por um sujeito de pavilhões auriculares extensíveis que trabalha para a televisão do Estado. Sei que o que peço é demasiado. Sei que não me pode perdoar tudo, mas podemos negociar.

Penso, Querida Grécia, que serão sensíveis aos nossos argumentos, tendo em conta o sofrimento a que o nosso povo tem estado sujeito.

Queria começar por lhe pedir desculpa pelo nosso primeiro-ministro. Não. Esse é o Paulo Portas. O nosso primeiro-ministro é o alto. Um que caminha a passos largos para ser como o vosso Varoufakis; infelizmente, só a nível capilar.

Gostava muito que nos perdoasse, pelo menos, metade das coisas horríveis que o nosso PM tem dito sobre si. Mas se acha que as declarações do nosso PM ofendem a sua pátria, lembre-se que ele usa um pin com a nossa bandeira. Como é que acha que nós nos sentimos?! Se ele não usasse o maldito pin, talvez passasse por PM da Baviera e não tínhamos de sofrer tanta vergonha.

Quanto ao nosso Presidente, eu podia usar a desculpa de que ele já não está em condições, mas não quero enganar ninguém. Ele sempre foi assim. É uma pessoa horrível, mas somos nós que temos de viver com ele desde pequeninos, Querida Grécia.

Veja que, por exemplo, quando o nosso Presidente da República diz: "Muitos milhões de euros estão a ser tirados dos bolsos dos portugueses para a Grécia", e diz com os dentes todos para percebermos melhor a brutalidade da quantia - "miiiil e cem miiiil milhões" -, é óbvio que é muito ofensivo para vocês. Mas acredite, Querida Grécia, é muito mais ofensivo para nós. Imagine o nosso sofrimento, que ouvimos isto, e tivemos de nos juntar para pagar umas seis vezes mais, com o banco feito por ex-colegas do nosso Presidente. E, Querida Grécia, nunca o vimos vir a público dizer - "saíram seis miiiiiil miiiiiilhões de euros do bolso dos portugueses para o BPN". Ou: "Ganhei umas centenas de miiiiiiiiilhares de euros no BPN que acabaram por sair do bolso dos portugueses".

Por isso peço, Querida Grécia, que nos perdoe pelo menos 80% dos disparates que o nosso Presidente diz. O resto, não peço que nos desculpe. Espero que esqueça com o tempo. Prometo que vamos tentar esquecê-lo primeiro.

Com os melhores cumprimentos,

João Quadros

P.S.: Pare de me enviar iogurtes, Querida Grécia. Sou lacto-intolerante e isso não é negociável.

Nota - Subscrevo a carta na sua totalidade. E encontrei-a via Guinote.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

A Jóia de Luz e os Desportos Radicais

Foto de Anabela Magalhaes.
Jóia de Luz e os Desportos Radicais - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães

A Jóia de Luz e os Desportos Radicais

Para memória futura, aqui fica o registo da minha iniciação num desporto (quase) motorizado...

Ah! Valente!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Novas da Jóia de Luz








Foto de Anabela Magalhaes.

 
Novas da Jóia de Luz

Dezoito horas, horas do Baby TV.

"Avó, a partir de agora só estou para a minha mãe."
 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.