terça-feira, 17 de julho de 2018

Sou Apenas Mais Um(a), Mas Juntos Somos Um Exército!


Sou Apenas Mais Um(a), Mas Juntos Somos Um Exército!

Com os olhos em lágrimas, agradeço do meu mais profundo ser a todos quantos ajudaram a realizar este justo vídeo. Somos dignos. Exigimos respeito. A nossa profissão é nobre e fundamental para o futuro deste país. E continuamos em luta. Subscrevo e revejo-me em cada palavra do Professor Santana Castilho. E estou-lhe muito grata pelas mesmas. E grata, S.TO.P! Juntos somos mais fortes.

5 comentários:

Paula Ferreiro disse...

Os professores não são pássaros de asas cortadas. São Luz que ilumina o caminho, são agentes transformadores, são cultura, sapiência, que se quer respeitada, valorizada, diginificada. O pedagogo Dr. Rui Grácio escreveu "A escola é o lugar do homem a ser." E o homem, a criança, o adolescente, o professor só é, se uma máquina "burocraministrocorrupsistemimposta"for derrubada pelo trabalho, pela inovação, pela autonomia, pela descentralização de poderes, pelo sentido de justiça, dos que são e não aparentam ser. Um BRAVO ao texto do professor Castilho, ao vídeo, ao Blogue Escolas Fechadas a Cadeado.

Anabela Magalhães disse...

Só posso subscrever, Paula Ferreiro!

Teresa Gandra disse...

O despotismo deste Ministro da Educação não nos derrubou:deu-nos mais força!
Obrigada S.TO.P.

Helena disse...

Todos juntos conseguimos tudo!

Silvia Silva disse...

Um vídeo emocionante, que retrata fielmente a nossa luta e surge num momento crítico e certeiro da nossa marcha 942!
Parabéns ao autor, o Professor Santana Castilho, e ao ator, Marques d'Arede, duas vozes sonantes e marcantes, que me enchem de orgulho e júbilo!
Já tive o privilégio e o prazer de agradecer pessoalmente ao Professor Castilho, aquando da manifestação do STOP a 6 de julho, o alento que nos dá através das suas palavras majestosas e encantadoras, e hoje, tive a honra e a alegria de me cruzar com o ator Marques d'Arede e a oportunidade de ouro para lhe agradecer a sua atuação e performance, neste vídeo excecional. Também ele, como muitos outros atores, à semelhança do que acontece connosco, professores, lutam diariamente pela sobrevivência...
A todos, reitero a mensagem que deve ecoar nos nossos corações e nas nossas mentes e que é tão bem semeada e disseminada pelo STOP: "Sou apenas mais um(a), mas juntos somos mais fortes, ao ponto de nos tornarmos um exército! STOP ao tango e às tangas do ministério da Brandura!"
E, claro, aproveito também para a congratular e a homenagear, pois sou sua fã há já uns anos e também me delicio com as suas palavras extraordinárias. Revejo-me muitas vezes em si!... Muito obrigada, a todos!... Todos por um e um por todos!

Sílvia Martins

 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.